Seminário de Ambientação Acadêmica ocorre de 3 a 5 de julho e recepciona novos estudantes

Dar as boas-vindas à Unilab, fazer com que os estudantes se sintam acolhidos e mostrar um pouco das atividades desenvolvidas pelos setores. Esta é a proposta do Seminário de Ambientação Acadêmica (Samba), que ocorre de 3 a 5 de julho, no Ceará e Bahia. As inscrições podem ser feitas neste link e garantem certificação de 20 horas de atividades complementares.

Veja programação completa do Ceará e Bahia.

Na Bahia, a mesa de abertura ocorre às 9 horas, com a diretora do Campus, Mirian Sumica, e coordenadores de cursos, além da coordenadora dos Programas de Assistência ao Estudante da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil (Proae), da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Juliana Marta, e estudantes do Centro Acadêmico de Letras e Bacharelado em Humanidades, tutores do Programa de Acompanhamento de Estudantes de Cursos de Graduação (Pulsar) e do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (Paie) e representantes do Diretório Central dos Estudantes. Pela tarde, apresentação cultural às 14 horas, apresentação da biblioteca às 14h30 e da Seção de Extensão, Arte e Cultura às 15h10.

Abertura do Samba em 2017.

No dia seguinte, a programação tem início às 10h, com o Setor Interdisciplinar de Atenção à Subjetividade, passando à Seção de Registro e Controle Acadêmico. Às 14h, a apresentação fica por conta da Seção de Políticas Estudantis, detendo-se no Programa de Assistência ao Estudante (Paes).

O último dia de Samba no Campus dos Malês terá conversa sobre a Seção de Relações Internacionais, o Setor de Saúde e Restaurante Universitário e terminará com a calourada do DCE, às 14 horas, no Auditório do campus.

No Ceará, a abertura será às 9h30, no Auditório do Bloco Didático, no Campus da Liberdade, em Redenção/CE, com a presença de representantes da Reitoria, Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proinst) e Biblioteca. Às 10h30, ocorre a atividade cultural “Mostre seu país – microfone aberto para integração”, em que os estudantes ficam à vontade para compartilhar música, poesia, dança e ritmo.

Pela tarde, ocorre roda de conversa com estudantes tutores do Paie e do Pulsar. A atividade Unilab Cultural, Música ao Pôr do Sol encerra o turno, com Cris Malagueta. À noite, a mesa Diversidade na Universidade: os desafios da Integração, enfoca raça, culturas, gênero, sexualidade e pessoas com deficiência.

A quarta-feira (4) conta com Círculos de Chegadas e Boas-Vindas, acolhimento com Serviço de Atenção Psicossocial (Satepsi/Coase/Propae); exibição do documentário “Do outro lado do Atântico” e “Integração na Unilab e os Estudos Africanos e Afro-Brasileiros”, com o professor Luis Tomás Domingos.

A apresentação dos projetos de extensão e monitoria ofertados pelo Programa de Educação Tutorial de Humanidades e Letras da Unilab e a mini-oficina “Técnicas para apresentação de Seminário Acadêmico” serão realizadas no turno da noite.

O último dia de Samba terá conversa sobre Assistência Estudantil e o Programa de Assistência ao Estudante (Paes); Ações de Atenção à saúde do/a Estudante na Unilab; Procedimentos Legais e a Lei de Imigração no Brasil e roda de conversa com lideranças e representações estudantis, envolvendo membros dos centros acadêmicos, DCE e bolsistas do Programa Observe.

Comentários encerrados.