Centenário de Nelson Mandela

O mundo hoje relembra o nascimento de Nelson Rolihlahla Mandela, no dia 18 de julho de 1918, há exatos cem anos. Conhecido como Madiba (seu nome de clã), foi uma das figuras mais reverenciadas pelo ativismo em favor da África negra, o que lhe rendeu mais de 250 condecorações e prêmios, incluindo o Nobel da paz em 1993, além de o levar a presidência da África do Sul entre os anos de 94 e 99. Mandela faleceu em Joanesburgo, em dezembro de 2013. Desde 2009, Organização das Nações Unidas instituiu nesta data o Dia Internacional Nelson Mandela, como forma de homenagear um homem que se tornou símbolo de luta pela liberdade e pelos direitos humanos.

Exposição

Até dia 30 deste mês, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura recebe a exposição internacional Mandela: de prisioneiro a presidente. São fotos e peças audiovisuais que contam a trajetória do ativista e sua luta contra o Apartheid. Fortaleza, no Ceará, é a primeira cidade brasileira a receber a exposição, que deve ainda seguir para Salvador e Brasília, totalizando cinco meses de exibição em nosso país.

Serviço: Exposição “Mandela: de Prisioneiro a Presidente”

Onde: Museu da Cultura Cearense – Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)

Visitações: até 30 de julho, de terça a domingo, das 9h às 19h (acesso até as 18h30) e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h (acesso até as 20h30).

Acesso gratuito

Saiba mais em: http://www.dragaodomar.org.br/

Comentários encerrados.