Unidade de Produção de Mudas (UPM) das Auroras recebe treinamento e mapeamento de riscos da DSSQVT

Equipe da DSSQVT/Unilab e da Unidade de Produção de Mudas Nativas das Auroras (UPM).

A Divisão Saúde, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho, vinculada a Superintendência de Gestão de Pessoas (DSSQVT/SGP), realizou o trabalho de apresentação do mapeamento de riscos ambientais e capacitação dos prestadores de serviços da Unidade de Produção de Mudas (UPM) das Auroras, coordenada pelo professor do Instituto de Desenvolvimento Rural da Unilab (IDR), Luís Gustavo Chaves, na última quinta-feira (2), no Campus das Auroras, em Redenção/CE.

Treinamento realizado pela Divisão Saúde, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho (DSSQVT)

O treinamento do grupo de prestadores de serviços terceirizados da Empresa Interativa e do estagiário, lotados na Unidade de Produção de Mudas (UPM), foi desenvolvido pela equipe de segurança da DSSQVT, a qual é gerenciada pelo engenheiro de segurança, Michael Silva e ministrado pela técnica em segurança do trabalho, Eliziê Pinheiro.

Segundo o coordenador do Projeto de Florestamento, Reflorestamento e Educação Ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Pacoti e da da UPM/Auroras, Luís Gustavo, a motivação deste treinamento ocorreu devido o surgimento de animais peçonhentos, como serpentes e escorpiões, já que as atividades desenvolvidas na unidade, como: manipulação e coletas de sementes, mudas, variação de umidade, riscos com produtos químicos e tóxicos, ocorrência de cortes com instrumentos pontiagudos, uso de maquinários, fazem parte das atividades agrícolas, propícias aos acontecimentos. “A preocupação é para que tenhamos o mínimo de risco possível e as diretrizes adequadas para que acorrendo algo de errado, saibam o que fazer e como evitar novas ocorrências, com ações mais efetivas”, declarou Luis Gustavo.

Prof. Luís Gustavo e estagiário da UPM/Unilab, no recebimento do Mapa de Riscos desenvolvido pela DSSQVT.

O mapa de risco, desenvolvido pela equipe da DSSQVT, é uma ferramenta gráfica que traz informações claras, de forma lúdica e de fácil entendimento. O treinamento abordou a percepção de riscos ambientais na UPM, dos tipos de riscos e seus agentes, a padronização de cores para cada risco, gradação de riscos e medidas protetivas, tanto individuais como coletivas, conforme foi apresentado por Eliziê Pinheiro.

Segundo o gerente da DSSQVT, a formulação dos mapas de riscos inicia-se com a análise preliminar de riscos no local onde são identificados e posteriormente realizado a gradação em: pequeno, médio e grande. Existem cinco tipos de riscos físico, químicos, biológico, ergonômico e de acidente, com cores individuais e padronizadas, e nestes tipos existem os seus agentes. “A ferramente de prevenção é colocada no local de trabalho para que todos percebam, de forma rápida, os riscos que estão expostos”,  esclareceu Michael Silva.

Cultivo e manipulação de mudas na UPM/Unilab

O jardineiro e funcionário terceirizado da Unilab, José Vieira, participou do treinamento, juntamente com os demais de seu grupo, para tirar dúvidas quanto ao desenvolvimento das atividades de risco que estão expostos na UPM. Segundo ele, como estas informações de prevenção e segurança, já conseguem identificar e se enquadrar nos riscos do local, como também, o aprendizado vai lhe servir para executar na sua vida cotidiana, em seu terreno ou plantio. “Vamos trabalhar com mais segurança e ter mais cuidado e atenção. Como também, podendo repassar as informações mais facilmente aos outros colegas de trabalho”, declarou José Vieira.

Comentários encerrados.