Documentário etnográfico “O Voo da Beleza” será exibido nesta sexta (17)

Nesta sexta-feira (17), a partir das 18h30, no Auditório Administrativo do Campus da Liberdade, em Redenção/CE, o Instituto de Humanidades e Letras (IHL/Unilab) promove a exibição, seguido de debate, do documentário etnográfico “O Voo da Beleza”, de Alexandre Fleming.

A atividade de exibição e debate conta com a presença do diretor Alexandre Fleming e será realizada pelo IHL/Unilab juntamente com os cursos de Licenciatura em Sociologia, Bacharelado em Humanidades (BHU) e dos grupos de pesquisas: Núcleo Patrimônio e Performance (Performart); Núcleo de Pesquisa em Imagem, Som e Texto (Sensoria) e do Laboratório de estudos da oralidade (Leo) da Universidade Federal do Ceará (UFC).

“O Voo da Beleza”, documentário etnográfico de Alexandre Fleming

Sinopse

Documentário etnográfico sobre a vida de travestis e transexuais brasileiras que vivem na Europa. Elas aspiram ao coroamento no atravessar de fronteiras: de gênero, territoriais, sociais e existenciais. Todavia, o que o cotidiano no Velho Mundo lhes reserva? Diante de uma Europa cada vez mais xenófoba, suas experiências nos informam sobre a comédia inevitável dos gêneros e sobre um certo Voo da Beleza. Ganhador dos Prêmios “Melhor Pesquisa para Documentário” no Festival de cinema For Rainbow, 2012; “Menção Honrosa” do Prêmio Pierre Verger, da Associação Brasileira de Antropologia, 2016.

Convidado/Diretor

Alexandre Fleming é professor do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Mestrado em Antropologia (UFC/Unilab) e coordenador do Laboratório de Estudos da Oralidade (Leo/UFC). Atua desde 1995 em pesquisas, estudos e produção de filmes etnográficos que abordam a temática de gênero e LGBTT, cinema e antropologia visual, e etnografias fílmicas.

Publicou, entre outros trabalhos: No Escurinho do Cinema: Cenas de um Público Implícito (São Paulo: Annablume, 2000), o verbete Anthropologie, para o Diccionaire de L’Homophobie (Paris: Puf, 2003), as coletâneas Estilísticas da Sexualidade (Campinas: Pontes, 2005) e França e Brasil: Olhares Cruzados Sobre Imaginários e Práticas Culturais (São Paulo: Annablume, 2012) e O Voo da Beleza: experiência trans e migração (Fortaleza: RDS Editora, 2013). Além desses, realizou os documentários: Cinema Caradura (45 min., 2010), Homenagem ao Antropólogo Geraldo Markan (15 min., 2011) e O Voo da Beleza (84 min., 2012/2013).

Comentários encerrados.