Coisas que só a Unilab tem: Arte e Integração

Semana da África Bahia 2018

Na última quarta-feira, 15 de agosto, na Casa da Música de Itapuã e Centro Cultural, retomou-se as atividades da Semana da África na Bahia. As ações tiveram início em maio deste ano, e haviam sido suspensas devido à greve de caminhoneiros.

O evento foi elaborado a partir da junção da II Semana da África na UCSAL e do II Seminário Internacional de Novos Estudos Africanos, sendo organizado pelo Grupo de pesquisa África-Brasil: Produção de Conhecimento, Sociedade Civil, Desenvolvimento e Cidadania Global/CNPq/UNILAB, Programa Latitudes Africanas/Proex/UNILAB (Coordenados pelo prof. Bas´Ilele Malomalo) e o Grupo de Pesquisa Antropologia, Fronteiras, Espaços, Cidadania (GPAFEC)/CNPq/UCSAL (Coordenador pela profa. Julie Lourau).

Professora Ana Claudia Souza Gomes do curso de Ciências sociais da UNILAB, integrante da equipe organizadora e Comunidade acadêmica da UNILAB chegando no Centro Cultural Casa da Música no Itapuã.

A magia do evento é que só acontece com o alcance das expectativas pela colaboração de muita a gente: técnicos administrativos em educação, coordenadores de cursos, docentes, estudantes de grupos de pesquisa e artistas da UNILAB convidados.

A programação do 15/08, no Centro Cultural Casa da Música no Itapuã, girou em torno de Cine Debate sobre a cultura africana e afro-brasileira com alunos do ensino médio do Colégio Estadual Lomanto Junior, localizado no bairro.

Profa. Julie Loureau dando boas-vindas aos alunos do Colégio Estadual Lomanto Junior

O filme escolhido para o debate foi “Pantera Negra” dirigido por Ryan Coogler. Os debates foram mediados por estudantes da UCSAL e UFBA. Trouxe muitas reflexões sobre a identidade negra na Bahia, na África, nos Estados Unidos e no mundo.

A segunda atividade, iniciada no período da tarde, foi o “Bate Papo: Falando de Nós – Viajar, Viver e/ou Estar no Brasil e num país da África”, mediada pela estudante guineense do curso de Relações Internacionais da UNILAB, Naentrem Sanca. A proposta aqui é proporcionar um espaço de partilha de suas vivências em contextos interculturais e internacionais objetivando a integração de pessoas.

Logo em seguida deu-se continuidade com “Roda de conversa Itapuã: Africanidades, Ancestralidade e Resistência, Participação” e tomaram parte entre outros esses Agentes comunitários, culturais e artistas do Itapuã: Amadeu Alves (Músico e Coordenador da Casa da Música); Eurico Alcântara (Presidente do Conselho Municipal das Comunidades Negras); Eloar Ramaiane (Itapuã é Resistência); Ganhadeiras de Itapuã; Carlinho (Professor e mestrando da UNEB); Leonardo França (Conselheiro Municipal do Território Itapuã, Ipitanga); Luís (Agenda 21).

Estudantes da UNILAB durante o “Bate Papo: Falando de Nós – Viajar, Viver e/ou Estar no Brasil e num país da África”.

A última atividade tinha a ver com a ocupação do palco mediante o que se denominou de “Trocas Culturais: Intercâmbio Cultural África-Brasil”. Entre artistas e coletivos que participaram pode se destacar a Embaixada d’África (UNILAB); GIMU (UNILAB); Eloar Ramaiane (Itapuã é Resistência); Ganhadeiras de Itapuã; Melkyshow, (Cantor e Compositor); Rasbuta (Cantor e Compositor); Thonací, (Músico e mestrando UFS).

GIMU (UNILAB) apresentando-se nas “Trocas Culturais: Intercâmbio Cultural África-Brasil”

As atividades continuam neste sábado, 18, no Centro Cultural Casa de Angola na Bahia, em Salvador. A programação inclui debates sobre o filme Pantera Negra, com participação de Bárbara Carine (UFBA, Brasil) e Chitungane Sebastião Chachuaio (UNILAB, Moçambique), seguido de uma Roda de Conversa com tema “Falando de Nós – Viajar, Viver e/ou Estar no Brasil e num país da África”, com Bárbara Carine (UFBA, Brasil), Beto Infande (UNILAB, Guiné Bissau), Margarida Bendo (UNILAB, Angola), Jacica Fernandes (UNILAB, Cabo Verde), Yourssany Correia e Jeremias Milito (UNILAB, São Tomé e Príncipe).

Às 18h, encerra-se as ações da Semana com o Sarau de poesia africana e afro-diaspórica (Embaixada d’África – UNILAB, Bota Fala – UNILAB e GIMU – UNILAB) e a Discoteca Africana-Afro-diaspórica, com DJ Fábio (Angola).

Para saber mais:
https://www.facebook.com/events/235561203933895/
https://www.latitudesafricanas.com/

Comentários encerrados.