Curso de Primeiros Socorros capacita servidores e colaboradores da Unilab

Participantes da primeira etapa do Curso de Primeiro Socorros no Campus da Liberdade/CE

Esclarecimentos, formas de melhor atendimento, agilidade no socorro, exemplos práticos e instruções técnicas foram algumas das ações realizadas pelo médico facilitador da Unilab, Adller Gonçalves, no “Curso de Primeiros Socorros”, cujo encerramento ocorreu na última quinta-feira (16), no Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

O “Curso de Primeiros Socorros”, com atuação periódica, foi realizado pela Divisão de Saúde, Segurança e Qualidade de Vida (DSSQVT), vinculado à Superintendência de Gestão de Pessoas (SGP) e apoio do Núcleo de Assistência a Saúde do Estudante, vinculado à Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Nuase/Propae).

No primeiro encontro, ocorrido no dia (13), o médico Nuase/Propae, Adller Barreto fez a facilitação das instruções e procedimentos com o auxilio de outros profissionais de saúde nas estações práticas. Neste dia, entre os esclarecimentos abordados, a parada cardiorespiratória teve destaque.

“Formar socorristas e disseminadores do conteúdo deste curso é fundamental para o nosso cotidiano, levando em consideração que não temos essa prática enraizada em nossa cultura. Não é sempre que se tem um profissional de saúde capacitado por perto para dar conta das demandas. Desta forma, formando pessoas leigas com conhecimentos básicos e simples, quando presente na cena, poderão intervir precocemente e dar uma chance para a vítima escapar ou ter um prognóstico melhor se for atendido com o serviço médico de urgência”, esclareceu Adller Barreto, médico da Unilab.

Realização de procedimento prático com o uso do Desfibrilador Externo Automático (DEA)

Para o segundo encontro, dia 16, a proposta trouxe as informações sobre o Infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC), desmaio, convulsão, choque elétrico, entre outros. Um exemplo citado por Adller Barreto é um incidente de obstrução de vias aéreas causado pelo engasgo com corpo estranho, como um pedaço de carne de churrasco.

Doutor Adller Barreto na apresentação do Curso de Primeiro Socorros

Durante o curso, para facilitar a assimilação do conteúdo teórico abordado, foram disponibilizadas estações práticas com manequins, dispositivo facial para ventilação (lenços) e desfibrilador externo automático (DEA). Em cada estação prática havia um instrutor – os médicos Júlio Werner e Adller Gonçalves e a enfermeira do Nuase/Propae, Valéria Fernandes, no acompanhamento aos participantes nas simulações de urgência e emergência.

Realização de ações práticas nas estações com uso de manequins

Segundo Eyslane Maia, enfermeira da DSSQVT/SGP, este curso é extremamente relevante. “O reconhecimento precoce, o acionamento do serviço médico de emergência e os primeiros socorros de situações de urgência e emergência abordadas no curso, como: Infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC), desmaio, convulsão, parada cardiorrespiratória, obstrução de vias aéreas, entre outros, é fundamental para salvar vidas”, afirmou a enfermeira.

Os primeiros socorros podem ser iniciados por qualquer pessoa, em qualquer situação, e incluem o autoatendimento. Neste contexto, Ricardo Gadelha, da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), destaca que para todos da Unilab o curso é importante, visto que “tenhamos as instruções e técnicas necessárias para, caso venha ocorrer algum incidente aqui na Unilab ou em outro lugar, possamos realizar os primeiros socorros com confiança”, relata o assistente em administração da Proex.

Ricardo Gadelha, da Proex, auxiliado pelo médico Júlio Werner na estação prática.

Estação Prática

A utilização de estação prática em curso de primeiros socorros é essencial, nela o instrutor é capaz de perceber as necessidades individuais dos participantes e avaliar seu nível de conhecimento teórico. Além disso, o participante fica mais à vontade para participar ativamente do processo de aprendizado e expor suas dúvidas.

Outras informações pelo e-mail da divisão: dssqvt.cogep@unilab.edu.br

Comentários encerrados.