Curso de Iniciação Teatral e Contação de Histórias II exibe a peça “A Minissaia” nesta terça (11)

Ensaio da peça “A Minissaia”, do curso de “Iniciação Teatral e Contação de Histórias”

Nesta terça-feira (11), o Projeto de Extensão “Cidadania e Interculturalidade Lusófona no Maciço de Baturité”, vinculado ao Programa de Bolsas de Extensão, Arte e Cultura (Pibeac)/Unilab 2018, apresentará, a partir das 19h, um ensaio assistido da peça de teatro “A Minissaia”, no Auditório Didático do Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

O evento é destinado às comunidades: universitária e externa, com carga horária de 3 horas/aula. Os participantes terão direito a certificados. A inscrição é por ordem de chagada.

Trata-se de uma atividade de encerramento do curso de Iniciação Teatral e Contação de Histórias II, ministrado pela atriz moçambicana Silvia Helena Mendes, do Grupo Teatral Lareira Artes (Maputo/Moçambique). O curso está no segundo ano de atividade e já atingiu mais de 500 estudantes. Através de jogos lúdicos, exercícios de desinibição e improvisação, a atividade busca criar um espaço de convivência e troca de conhecimento, através do teatro.

Sobre a peça

A peça de teatro “A minissaia” conta a história de um(a) jovem, vítima de agressão sexual (estupro) na casa de um juiz. A peça tem como propósito chamar atenção às questões de relações de gênero, em especial a violência doméstica, feminicídio. Trata-se de uma crítica de todos tipos de atitudes de preconceito e discriminação contra mulheres.

Projeto “Cidadania e Interculturalidade Lusófona no Maciço de Baturité”

O projeto é coordenado pelo professor do Instituto de Humanidade (IH), Carlos Subuhana, tendo como Bolsista Voluntário, o estudante Paulo João Baptista Fungulane.

Prevendo ações que envolvem música, dança, poesia, teatro e mostras culturais, o projeto almeja expor a cultura entendida como expressão simbólica, mas também como um vetor para o desenvolvimento e um direito à cidadania que visa a interação entre as mais variadas culturas dos países presentes na Unilab, com a comunidade do Maciço de Baturité. Tem como objetivo geral a busca de alternativas para o tratamento do fenômeno da multiculturalidade presente no espaço educativo, através da promoção de processos educativos que possibilitem a igualdade social aos sujeitos envolvidos através da arte e cultura.

Matéria relacionada: Abertas inscrições para curso de “Iniciação Teatral e Contação de Histórias”.

Comentários encerrados.