Alunos do Curso de Sociologia visitam aldeia indígena Pitaguary

Casa de Apoio Pitaguary | Foto: Artur Alves

Na manhã do último sábado (15), alunos e professores do Curso de Licenciatura em Sociologia visitaram a aldeia indígena Monguba, do povo Pitaguary, localizada no município de Pacatuba/CE.

A atividade envolveu as turmas do Estágio Supervisionado I, II, III e Metodologia de Pesquisa, contando com a presença das professoras Alda Sousa, Anne Sophie e Joana Rower.

O objetivo do encontro foi apresentar aos alunos uma visão sobre a educação diferenciada, relacionando-a à cultura e aos saberes tradicionais do povo Pitaguary. A visita foi guiada por uma liderança indígena, professores da escola de educação diferenciada Ita Ará e crianças da aldeia.

Iniciando o Toré na Oca da Casa de Apoio | Foto: Artur Alves

Na oportunidade, foi realizada uma roda de conversa na Oca da Casa de Apoio Pitaguary, seguida da dança Toré.

O ponto alto do encontro aconteceu quando a líder indígena Rosa Pitaguary pediu aos alunos internacionais que cantassem músicas tradicionais de seus países, fazendo com que todos interagissem, em um momento de integração afro-indígena brasileira.

Apresentação de canção guineense

A atividade faz parte de uma ação de extensão universitária e está planejada para ocorrer em mais dois momentos. De acordo com a professora Alda Sousa, no dia 24 de setembro, uma roda de conversa com a gestão da escola Ita Ará vai envolver alunos do ensino médio e dos estágios supervisionados. Já no dia 20 de outubro, um curso de iniciação sobre como tratar conflitos intergeracionais será voltado aos professores da escola.

Comentários encerrados.