Unilab comemora 45 anos de independência da Guiné-Bissau

Em homenagem ao aniversário de independência da Guiné-Bissau, a Unilab está com uma vasta programação, nos campi da Bahia e Ceará. Em 2018, a comemoração chega ao seu 45º ano.

No Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, a Semana da Independência da Guiné-Bissau 2018 tem início nesta quinta-feira (20) e segue nos dias 20, 21, 22, 24 e 29 de setembro.

Com o lema “Nó pensa Guiné-Bissau de ahos ku di amanha: caminhus i solusons pá sai dês crise”, que na língua portuguesa significa “Pensar Guiné-Bissau de ontem e de hoje: caminhos e soluções para sair da crise”, a atividade é uma iniciativa dos guineenses residentes nas cidades de Salvador e de São Francisco do Conde.

O evento alusivo à comemoração da independência da Guiné visa a proporcionar ao público atividades acadêmicas, culturais e festivas. A ação é destinada a toda a comunidade acadêmica e público geral.

Confira a programação completa.

É com o lema “Guiné-Bissau, pátria amada: face aos desafios internos e perspectivas futuras” que a Associação dos Estudantes Guineenses na Unilab-Ceará comemora os 45 anos da independência de Guiné.

O evento teve início na última quarta-feira (19), com uma conferência de abertura, no Auditório Administrativo, Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

A programação continua nesta sexta-feira (21), com duas mesas, que discutirão as Políticas públicas educacionais e Literatura, arte e cinema na Guiné-Bissau. As atividades têm início às 9h e finalizam por volta das 22h, com animação cultural e apresentação de cinema.

Na próxima semana, o evento continua na segunda (24) e tem seu encerramento na sexta-feira (28), com uma mesa composta pelos professores Ricardo Ossagô e Eduardo Machado, além de representação da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), coordenadora do Instituto de Humanidades (IH) e o presidente da Associação de Estudantes Guineenses na Unilab-Ceará, Mikail Simões.

Veja a programação.

Comentários encerrados.