Sobre a presença do TRE nos Palmares nesta quinta (25)

Sobre a presença do TRE na Unilab
Nesta quinta-feira (25), agentes do TRE estiveram na sede do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Unilab, Unidade Acadêmica dos Palmares, para averiguar uma denúncia anônima a respeito de práticas ali realizadas que estariam em desacordo às leis estabelecidas para o período eleitoral. Segundo informaram, estavam em busca de supostos materiais de campanha em favor do candidato Fernando Haddad. A denúncia se mostrou infundada, e nada foi encontrado na sede do DCE que ferisse a lei do período eleitoral. Entretanto, os agentes ainda retiraram uma faixa exposta numa das paredes do prédio, confeccionada para um ato antifascismo realizado, antes do pleito eleitoral.
Acontecimentos semelhantes, veiculados em vários meios de comunicação, ocorreram nesta mesma data em diversas instituições de ensino por todo o Brasil, com casos bem mais graves do que o ocorrido em nossa Universidade. Em muitas, mesmo não havendo menção a nenhum candidato específico, quaisquer materiais que se colocassem em favor da democracia ou contra práticas fascistas foram apreendidos, e salas de aula foram invadidas e tiveram seu conteúdo disciplinar questionado.
A Unilab vem manifestar repúdio às práticas de cerceamento da liberdade de expressão, baseadas em nada além de interpretações arbitrárias. Vem ainda reafirmar seu apoio à luta em defesa da democracia e da autonomia das universidades públicas.

Sobre a retirada de material irregular
Ainda nesta quinta-feira (25), o Gabinete da Reitoria da Unilab recebeu um ofício emitido pelo juiz eleitoral Bernardo Raposo Vidal, onde consta determinação de retirada de quaisquer pinturas com propaganda eleitoral das paredes da Unidade Acadêmica dos Palmares pois, sendo o prédio um bem comum de uso público, tais manifestações são proibidas pela Lei Eleitoral. Desta forma, a Unilab informa que será realizado no dia de hoje (26), o trabalho de pintura das paredes e retirada de adesivos, para evitar quaisquer conteúdos irregulares.

Comentários encerrados.