Nota da Reitoria

Nesta quarta (31), o STF decidiu, por unanimidade, suspender as ações judiciais e policiais dentro das universidades, ocorridas em várias instituições na semana passada em todo o país, e dentre estas, a Unilab.

Ao criticar as ações, a relatora do caso, Ministra Carmem Lúcia, afirmou que “universidades são espaços de liberdade e libertação pessoal, social e política. Seu título indica a pluralidade e o respeito às igualdades e às divergências, para que se formem consensos legítimos apenas quando decorrentes de manifestações livres”.

Dessa forma, consideraram que as ações feriam a liberdade de expressão de alunos e professores e rechaçaram quaisquer tentativas de impedir a propagação de ideologias ou pensamento dentro dos estabelecimentos de ensino.

A Unilab parabeniza a decisão do STF, e reafirma o compromisso com a autonomia universitária, a liberdade de manifestação de pensamento, de expressão, do ensino e aprendizagem, bem como o estímulo ao debate e o respeito ao pluralismo de ideias.

Comentários encerrados.