Campus dos Malês inicia 2019 com melhorias e investimentos

Foto: Assecom

Um universo de mais de mil alunos ativos de graduação. Um campus que, mesmo a 1.090 km de distância de sua sede, mantém sete cursos de graduação e cinco de especialização. Uma história que vem sendo construída há apenas cinco anos, mas que já faz parte da trajetória de centenas de jovens e adultos que encontraram no Campus dos Malês, em São Francisco do Conde, Bahia, ambientes de aprendizado, compartilhamento e multiculturalidade.

Além de um público de estudantes brasileiros e estrangeiros de diversos países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o campus conta com, atualmente, 89 professores e 46 técnicos administrativos. Para atender às necessidades da comunidade acadêmica e dar continuidade à missão da Unilab, o Campus dos Malês inicia 2019 com uma série de melhorias, intervenções e investimentos, além de processos licitatórios em andamento e muitos projetos.

“As licitações realizadas em 2018 e as em andamento para 2019 são fruto de um trabalho coletivo, de parceria, de colaboração, de planejamento e prospecção de urgências e prioridades”, garantiu Mirian Reis, que está à frente da direção do campus desde abril de 2018. “Eu assumi a direção com o desafio de alavancar alguns processos que garantissem maior independência e melhor estrutura para as condições de estudo e trabalho nos Malês. O primeiro desafio foi chamar toda a equipe de planejamento, serviços operacionais, orçamento, financeiro e divisão de administração do campus para fazermos um levantamento das prioridades”, ressaltou a docente.

Novo contrato: Serviço de apoio administrativo

Uma das mais recentes conquistas para o Campus dos Malês foi a finalização do processo de contratação de serviço de apoio administrativo. “Quando o orçamento de 2019 for liberado, iremos contar com o serviço de 2 recepcionistas e 13 auxiliares administrativos”, explicou Luis Claudio Ribeiro, Gerente da Divisão de Administração do campus.

A ideia surgiu com o crescimento do campus e da quantidade de demandas dos setores. “O intuito é distribuir os serviços operacionais com o pessoal de apoio administrativo, de modo que os servidores efetivos da Unilab possam concentrar suas atividades em trabalhos gerenciais e de planejamento”, ressaltou o administrador Luis Ribeiro. O objetivo é incrementar, cada vez mais, as dinâmicas da Unilab e promover melhores condições no âmbito acadêmico e administrativo.

Melhorias, intervenção e modernização no Campus dos Malês

Parte do novo mobiliário do Campus dos Malês | Foto: Assecom

Para promover melhorias nas condições de ensino no campus, um montante de R$ 155.444,00 foi investido na aquisição de mobiliário. O material já está sendo entregue e, em breve, estará disponível para uso da comunidade acadêmica. Condicionadores de ar e projetores multimídia também foram adquiridos para o Campus.

“Nós tínhamos uma previsão de recursos total de R$ 1.800.000, sendo R$ 300 mil advindos de emenda parlamentar e R$ 1,5 milhão da bancada da Bahia para expansão e reestruturação das IFEs”, explicou Mirian Reis, que parabenizou a equipe do campus e o apoio dos profissionais da sede no trabalho dedicado ao planejamento e execução das melhorias.

Espaço ampliado no Restaurante Universitário

Cerca de 450 a 500 refeições são servidas diariamente no Restaurante Universitário (RU) do Campus dos Malês. Para melhor atender aos usuários, uma intervenção proporcionou a inclusão de seis novas mesas no ambiente. “As ações compreenderam a remoção de balcão em L, de uma pia e desativação de torneiras de lavatório”, detalhou o engenheiro Marcus Dias, chefe da Seção de Planejamento.

Área de expansão do RU | Foto: Assecom

“Não foi uma reforma de grande porte, mas que já traz impactos positivos no acesso das centenas de pessoas que transitam diariamente pelo RU”, pontuou Leila Machado, Chefe da Seção de Políticas Estudantis. “Após um estudo do espaço estrutural feito pela equipe de engenharia do campus e da Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, com a participação da Pró-Reitoria de Administração, escolhemos a melhor adequação”.

O próximo passo, já em fase de estudo, será melhorar o acesso ao RU. A chefe da Seção de Políticas Estudantis convida os usuários a participarem desse processo. “Nós temos um caderno na recepção do RU e nele as pessoas podem fazer sugestões, elogios e reclamações, além do espaço destinado a isso no site da Unilab. Entendemos que o RU funcionará cada vez melhor se os usuários manifestarem as suas inquietações”.

RU Malês | Foto: Assecom

O RU é aberto ao público, para almoço, de segunda a sábado, das 11h30 às 14h. Já o jantar é servido de segunda a sexta-feira, das 17h às 19h. A recarga dos cartões pode ser feita de segunda a sexta, das 9h às 19h.

Planejamento para 2019

Para 2019, estre as expectativas estão a contratação de manutenção predial, reforma da rede elétrica e reforma hidrossanitária. Outro desafio, levantado pela diretora do campus, é retomar a obra dos novos prédios do campus e, assim, atender a uma quantitativo maior de cursos e estudantes.

“Os votos da direção do campus para 2019 vêm nesse momento de entrega à comunidade desses processos de licitação, e com o desejo de que neste novo ano a Unilab se mantenha forte, oferecendo serviço de excelência, de qualidade, gratuito e público para estudantes brasileiros e internacionais de vários comunidades”, desejou Mirian Reis.

Parte do corpo técnico do Campus dos Malês | Foto: Jocelia Melo

“A Unilab é múltipla. É diversa. É do interior. É brasileira. É internacional e se faz forte com sua sede no Ceará e com seu campus fora de sede, na Bahia. A Unilab é isso tudo e muito mais do que podemos ver. Ela está nos nossos processos de pesquisa e extensão, mas também na equipe técnica, que faz um trabalho que muitas vezes passa despercebido. É um trabalho de bastidores, mas de esforço e empenho para garantir as condições de manutenção da universidade”, finalizou Mirian.

Confira abaixo como estão os processos licitatórios em andamento no Campus dos Malês:

Comentários encerrados.