I Semana de Astronomia da Unilab aborda “Um universo de conhecimentos”, de 29 a 31 de janeiro

A temática “Um Universo de conhecimentos” será abordada na programação com minicursos, seminários, palestras, Planetário Móvel Supernova, observação astronômica, dentre outras atividades fazem parte das atividades da primeira edição da Semana de Astronomia (Seastru), nos campi do Ceará, dias 29 a 31 de janeiro.
 
O Grupo de Ensino, Pesquisa e Popularização da Astronomia e Astrofísica (GEPPAA/Unilab), gerenciado pelo professor e coordenador do curso de Física do Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen), Michel Lopes Granjeiro é composto por 43 membros, envolvendo um professor e estudantes dos cursos de Física, Matemática, Engenharia e Bacharelado em Humanidades (BHU) da universidade, entre brasileiros e estrangeiros.
 
Como destaque desta edição, a palestra de abertura do evento com o astrofísico cearense e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Daniel Brito, o primeiro cearense a descobrir um planeta fora do Sistema Solar, com a temática “A vida é um acidente cósmico?”, no Campus das Auroras, a partir das 9h30, na terça-feira (dia 29).
Foto:
Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece)
A inscrição no evento é gratuita e a participação garante a certificação no final do evento. As vagas em cada atividade são limitadas. Os interessados devem preencher a Ficha de Inscrições até o dia 28 de janeiro.
 
Para os que desejam ofertar um minicurso ou um seminário voltado para a grande área Astronomia/Astrofísica/Física, é necessário se cadastrar até o dia 18 de janeiro para realizar “Seminários Temáticos e Minicursos da SEASTRU“.
 
Outras informações na página no Facebook (I SEASTRU da Unilab) ou no sitio do evento I Semana de Astronomia da Unilab.
 
Contamos com a sua presença. Venha ver e discutir o COSMO!!

Sobre o palestrante

Daniel Brito de Freitas é pós-Doutor e Doutor em Astrofísica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com período de estágio no Osservatorio Astrofisico di Arcetri – Florença/Itália. Sua pesquisa de doutoramento foi centrada em Determinação de Abundância Química em Estrelas Evoluídas em Aglomerados Abertos. Atua na área de Astrofísica Estelar Observacional com experiência em telescópios terrestres como o TNG (Telescópio Nacional de Galileo) na Itália e do ESO, assim como telescópios espaciais como o Hubble, o CoRoT e o Kepler. Atualmente está envolvido em dois grandes projetos internacionais conhecidos pelas siglas HIRES e NIRPS. Atualmente é pesquisador e professor Adjunto IV DE no Departamento de Física da Universidade Federal do Ceará e membro da Sociedade Brasileira de Física, da Sociedade Astronômica Brasileira e da International Astrostatistics Association (IAA) e pesquisador de produtividade PQ2 do CNPq.

Matéria relacionada: Unilab apresenta Planetário Móvel na II Feira do Conhecimento 2018

Comentários encerrados.