Unilab e Enel efetivam Projeto de Eficiência e Minigeração Energética com inauguração da Árvore Solar Fotovoltaica, no Campus das Auroras

Inauguração da Árvore
Foto: Árvore Solar Fotovoltaica no Campus das Auroras, em Redenção/CE

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), juntamente com a Enel Distribuição Ceará, realizaram a inauguração da Usina e Árvore Solar Fotovoltaica e a entrega do Projeto Prioritário de Eficiência Energética e Minigeração de Energia Fotovoltaica da Unilab, executados por equipes de pesquisadores, técnicos e professores da instituição, no último dia 20 de dezembro, no Campus das Auroras, em Redenção/CE. 

A cerimônia contou com a presença de Alexandre Cunha, reitor pro tempore e professor da Unilab; Távora Batista, responsável pela Área de Operação e Manutenção Técnica da AT da Enel Distribuição Ceará;  Roberto Zanchi, representando o diretor presidente e engenheiro eletrotécnico da Enel Distribuição Ceará; Andrea Linard, professora e vice-reitora pro tempore da Unilab; e Odailton Silva de Arruda, responsável pela Área de Eficiência Energética da Enel Brasil. Também estiveram presentes o professor e coordenador da Comissão de Eficiência Energética e Boas Práticas Ambientais, Plínio Maciel, e representando o coordenador do Projeto Estratégico de P&D da Unilab, o professor Hermínio Miguel de Oliveira, entre diretores, coordenadores, chefes setoriais, docentes, técnicos administrativos e discentes.

Na apresentação de Távora Batista, os quantitativos de investimentos e modernização das redes de eficiência energética que fizeram parte do Projeto Prioritário de Eficiência Energética na Unilab, envolvido no Sistema de Iluminação / Geração Fotovoltaica, estão na instalação de 4.950 lâmpadas de tecnologia LED, com previsão de redução da demanda na ponta 98,37 kW e energia economizada 188,28 MWh/ano e na Usina Fotovoltaica composta de 762 painéis de 325 Wp (Usina) e 10 painéis de 275 Wp (Árvore Solar). 

Um investimento pela Enel/Aneel, por meio da chamada pública referente ao projeto prioritário de eficiência energética, soma o valor de R$ 1.532.517,17 e, para o projeto estratégico do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), o valor de R$ 443.764,07. Com a execução do projeto de eficiência energética, prevê-se uma economia no consumo de energia elétrica de cerca de 640 MWh/ano.

Projeto Eficiência Energética (PEE) Unilab/Enel: estimativa de economia anual de 640 MWh, montante suficiente para suprir cerca de 356 residências com consumo médio de 150 kWh/mês, além de emissão evitada de 249 toneladas de CO2

O coordenador da Comissão de Eficiência Energética e Boas Práticas Ambientais, Plínio Maciel, em seu pronunciamento, destacou a desenvoltura conquistada pela Unilab, em seus oito anos de criação. “A Unilab está viva! Vive com mais 6.733 estudantes, 622 servidores (técnicos e professores) e com suas várias ações em pesquisa, desenvolvimento tecnológico, ensino e extensão que impactam e modificam a vida de muitos na região do Maciço de Baturité, do Estado do Ceará e de países parceiros do continente africano”, afirmou o também engenheiro civil, vinculado à Coordenação de Infraestrutura e Desenvolvimento da Pró-Reitoria de Planejamento (Cied/Proplan).

Na ocasião, Plínio Maciel representou, também, o professor do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (Ieds) e coordenador do “Projeto Prioritário de Eficiência Energética e Estratégico de P&D: Eficiência Energética e Minigeração em Instituições Públicas de Ensino Superior”, Hermínio de Oliveira.

Considerada “bem avaliada”, a proposta do projeto da Unilab despontou dentre as melhores apresentadas em todo o país. “A Unilab passa a figurar entre as instituições públicas de ensino superior como uma universidade de vanguarda, no tocante à sustentabilidade, eficiência energética e na promoção de desenvolvimento sustentável, contribuindo para o desenvolvimento tecnológico e regional, através das pesquisa, além de catalizar investimento para o setor com a possibilidade de gerar mercado regional”, concluiu Plínio Maciel.


Gestores da proposta da Unilab: Plínio Maciel, engenheiro civil da Cied/Proplan, e Hermínio de Oliveira, professor do Ieds

Quanto à importância da implementação desses projetos que contribuem para que a Unilab siga adiante, com destaque no desenvolvimento de  ações pautadas pelas demandas de estratégias internacionais, o reitor Alexandre Cunha afirmou que “uma árvore pode se transformar numa floresta. Ao se fechar esse ciclo, outros, em pesquisa, desenvolvimento e inovação poderão se abrir. Estes projetos não são referências somente para a Unilab, para o nordeste do Brasil, mas também para os países que compõem a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), como também países da América Latina, através da parceria com a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila)”.

Inauguração da Usina e Árvore Solar Fotovoltaica e entrega do Projeto de Prioritário de Eficiência Energética e Minigeração de Energia Fotovoltaica da Unilab

Sobre o projeto

A Enel Distribuição Ceará, por meio dos seus Programas de Eficiência Energética e P&D, regulados pela Aneel e em conformidade com a Chamada Pública de Projetos 001/2016 da Aneel, intitulado “Projeto Prioritário de Eficiência Energética e Estratégico de P&D: Eficiência Energética e Minigeração em Instituições Públicas de Ensino Superior”, e ao Acordo de Cooperação celebrado junto à Unilab, implementou o Projeto Prioritário “Eficiência Energética e Minigeração Fotovoltaica” da Unilab.

Foi instalada uma Usina Fotovoltaica de 247,65 KWp (Kilowatt-Pico), uma Árvore Solar de 2,75 KWp (Kilowatt-Pico) e melhoria no sistema de iluminação, com a substituição de lâmpadas fluorescentes ineficientes por lâmpadas com tecnologias à LED nas dependências da universidade, na unidade do Campus das Auroras, em Redenção/CE.

O projeto faz parte dos programas de Eficiência Energética (PEE) e de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Enel Distribuição Ceará, que moderniza os sistemas de refrigeração e iluminação de prédios públicos e incentiva a troca de equipamentos elétricos antigos por novos e eficientes e a instalação de sistemas de geração distribuída (GD) para produção de energia limpa.

Foto: Equipe responsável (núcleo) pelo Projeto de Eficiência Energética e P&D no Campus das Auroras/CE (Ricardo de Paula, Hermínio de Oliveira, Lígia Maria Carvalho, Janaína Barbosa, Jordão Campos e Plínio Maciel)

Projeto de pesquisa do grupo BATUmobile

Outro projeto de pesquisa, desenvolvido por 17 estudantes da Unilab, de diferentes nacionalidades e cursos de graduação da universidade, e coordenado pelo professor do Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), Sérgio Sevilha, é o BATUmobile.

O veículo elétrico no formato da Fórmula SAE (F-SAE) – Society os Automotive Engineering, cadastrado no CNPq e sediado na Unilab, desenvolvido para competições entre universidades com parceria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) da Enel Distribuição Ceará (Enel) e do Governo do Estado do Ceará, fez sua apresentação no XXIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI), realizado pela Associação Brasileira de Distribuição de Energia Elétrica (Abradee), em novembro de 2018.

Segundo Saulo Cunha, analista de projetos da Enel e gerente geral do projeto Fórmula Elétrica Ceará (FE/CE), a Enel, como distribuidora, tem  papel importantíssimo junto às universidades, no sentido da pesquisa em desenvolvimento, para angariar e fazer novos projetos de inovação.

Para Saulo, o projeto de mobilidade elétrica tem um caráter especial por fazer parte dos pilares da empresa no quesito inovação. “Você precisa se inovar e redescobrir o tempo todo para permanecer no mercado. Assim, os projetos de pesquisas em desenvolvimento têm a parceria das universidades, do engajamento dos estudantes, professores e pesquisadores, além dos técnicos das empresas. Com essa união, unindo conhecimento de pesquisa e estudos das universidades ao conhecimento técnico desenvolvido pela empresa, conseguiremos construir inovações para contribuir com o desenvolvimento de nosso país”, enfatizou o analista da Enel/CE.

Grupo de pesquisadores da Unilab e representantes da Enel no desenvolvimento do Projeto BATUmobile.

Comentários encerrados.