Pesquisadores da Unilab conquistam prêmio internacional em Ciências Agrárias no III Cointer 2018

As pesquisas da Unilab estão alcançando outros continentes. A estudante do oitavo semestre do Curso de Bacharelado em Agronomia, vinculado ao Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), Lisandra Rebouças Barros, apresentou e conquistou um prêmio internacional, ficando em primeiro lugar no eixo Agroecologia com a pesquisa: “Proposta de Criação de uma Estação Ecológica no Campus de uma Universidade Federal no Estado do Ceará”, no último evento do Congresso Internacional das Ciências Agrárias (Cointer – PDVAGRO 2018), em dezembro de 2018, realizado em João Pessoa/PB.

A pesquisa teve a orientação do Engenheiro Agrônomo e professor do IDR, Luís Gustavo Chaves da Silva, que avalia o resultado dos prêmios que mostram a proposta do trabalho caminha na linha de pesquisa promissora com desenvolvimento na conservação da biodiversidade.

“Fomos avaliados entre diversas áreas do conhecimento no campo das ciências agrárias e ser considerado o melhor trabalho no eixo da Agroecologia, dobra minha satisfação, pois o curso de agronomia da Unilab tem a vertente Agroecológica e funciona como incentivo ao trabalho de todos os colegas. Isso também pode nos ajudar nos processos de avaliação do curso junto ao MEC quanto a qualidade das atividades desenvolvidas”, esclareceu o mestre em Agronomia e doutorado em Fitopatologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

O evento realizado pelo Programa Internacional Despertando Vocações para Ciências Agrárias – PDVAGRO ocorreu entre os dias 8 e 13 de dezembro em João Pessoa, capital da Paraíba e teve o objetivo discutir os caminhos e perspectivas dos estudos na área das ciências agrárias; além de divulgar os conteúdos e resultados de pesquisas; estabelecer trocas de experiências entre docentes investigadores do Brasil e do exterior, contribuindo na formação dos estudantes e estimulando a geração de novas redes de cooperação multicêntricas. O congresso foi dividido nos seguintes eixos temáticos: Ciências Agrárias, Agroecologia, Sociologia Rural, Formação Agrícola, Educação do Campo, Saúde e Meio Ambiente, Agricultura, Administração e Economia Rural, Ciência e Tecnologia dos Alimentos, Tecnologia e Inovação, Engenharia de Pesca e suas Tecnologias, Agropecuária e suas Tecnologias.

O artigo “Proposta de Criação de uma Estação Ecológica no Campus de uma Universidade Federal no Estado do Ceará”, de autoria de Lisandra Rebouças Barros, Paulo Henrique Gomes de Oliveira Sousa, Iury Alberto Mota de Lima, José Abel Aguiar da Silva Paz e Luís Gustavo Chaves da Silva, premiado com o terceiro lugar geral e primeiro no eixo temático de agroecologia, constante da Lista de Trabalhos Premiados,  tem como objetivo de propor a criação de uma Área de Proteção Permanente no perímetro pertencente a Unilab, visando a melhor conservação e estudo aprofundado do bioma da área.
Lisandra Rebouças Barros, estudante do curso de Bacharelado em Agronomia/IDR conquistou prêmio internacional no III COINTER 2018

O projeto é vinculado à Pró-reitoria de Relações Institucionais (Proinst), sendo de extrema importância para a unilab pois analisa impactos sociais, econômicos e ambientais que a criação de uma unidade de conservação de cunho federal trará para a universidade, além de fomentar a proposta de um curso de agronomia voltado para a agroecologia e demostrar a necessidade de incentivos voltados para a engenharia florestal.

Segundo Lisandra, “A participação em um evento desse porte, que vislumbra aprofundamentos em questões tão relevantes como o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para a agricultura, foi extremamente enriquecedor, não só em minha formação acadêmica e profissional, como pessoal. Notar o comprometimento de tantos profissionais em tornar o meio ambiente em que estamos inseridos ecologicamente mais correto, sem perder a eficiência me faz ter esperança de que um dia homem e natureza convivam de maneira plena e equilibrada.” 

Em 18 de julho de 2000 foi sancionada a Lei n.º 9.985 que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). Esta determina em seu texto a necessidade, da implantação e regularização de Unidades de Conservação (UC) por todo o território nacional, estabelecendo seu zoneamento e normas necessárias para gerir o uso de sua área e o manejo de seus recursos naturais. As UC representam uma estratégia importante para preservação da natureza, pois são refugos de fauna e flora, bem como manutenção de fatores ambientais essenciais a ecossistemas. Trata-se de um ecossistema que merece atenção em função da sua fragilidade ambiental, onde as principais ameaças observadas são a exploração irregular de madeira, produção de carvão vegetal, bem como, a pressão imobiliária, por residência e loteamentos próximos a universidade. Este estudo tem como objetivo propor a criação da Unidade de Conservação de Proteção Integral – Estação Ecológica Auroras (ESECA) na área inserida no campus Auroras, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), localizado na cidade de Redenção, Estado do Ceará.

A conquista do 3º Lugar Geral, “nos dá visibilidade junto a comunidade científica das Ciências Agrárias no cenário internacional que é nossa vocação institucional, mostrando que mesmo em uma universidade jovem como a nossa podem ser desenvolvidas propostas de relevância cientifica. Sendo assim, como Docente desta universidade, fico feliz e orgulhoso com os reconhecimentos. O orientador do projeto e professor do IDR, Gustavo da Silva, que também agradeceu às entidades que apoiaram o projeto: Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará e C. Rolim Engenharia.

Comentários encerrados.