“Perspectivas tecnológicas” foi tema da Aula Inaugural do Curso de Graduação em Engenharia de Computação da Unilab

Convidado, docentes e estudantes da Unilab na Aula Inaugural do Curso de Engenharia da Computação | Foto: Márcia Farias

“Como estruturar um curso e ensinar hoje se não sabemos como será o futuro nesta área do conhecimento de constante renovação?” Eis a reflexão que o professor emérito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tarcísio Haroldo Pequeno, convidado para a palestra da aula inaugural do Curso de Engenharia de Computação da Unilab, deixou para a platéia, na última sexta-feira (29), em Redenção/CE.

Foi nesta perspectiva de futuro do mundo tecnológico e matemático que o novo Curso de Graduação em Engenharia de Computação, vinculado ao Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), foi apresentado pelos docentes da Unilab envolvidos nos trabalhos do curso, aos estudantes da Unilab, convidados e demais participantes do evento.

Tarcísio Pequeno, presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap)

“Os cientistas vão continuar construindo tecnologias, que é a super estrutura. Mas a base, seja do que for, será a Matemática. É a melhor coisa que a ciência inventou para fazer este universo diferenciado. É na Matemática que se consegue a disciplina, precisão, coesão, consistência de raciocínio suficiente para poder fazer coisas complexas. É com aquela linguagem que se consegue dar o grande salto para se conquistar algo significativo”, esclareceu o professor emérito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tarcísio Haroldo Pequeno.

Reitor e professor do IEDS/Unilab, Alexandre Cunha

O reitor da Unilab, Alexandre Cunha acredita que “com o Curso de Engenharia de Computação no IEDS e a parceria do Instituto de Educação à Distância (IEAD), a Graduação e a Pós-Graduação, só vão crescer na Unilab, na perspectiva da Engenharia e o desenvolvimento sustentável”, esclareceu o reitor.

Complementando sobre a fundamental importância de se ter um curso de Engenharia ou Ciência da Computação em universidade do século XXI, Alexandre enfatizou que estes cursos promovem o desenvolvimento de projetos institucionais de áreas diversas, co-relacionando-se com outros cursos, possibilitando o desenvolvimento institucionais das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Além da presença do Reitor da Unilab, participaram e estiveram presentes ao evento, o diretor e do vice-diretor do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), George Mamede e Hermínio de Oliveira, a diretora do IEAD, Maria Cristiane de Souza, a pró-reitora de Extensão, Arte e Cultura (Proex), Rafaella Moreira, o pró-reitor de Graduação (Prograd), Edson Holanda, a gerente da Divisão de Pós-Graduação (Proppg), Ranoyca Aquino, a pró-reitora Albanise Marinho, o pró-reitor de Relações Institucionais (Proinst), Max Araújo, entre outros.

O diretor do IEDS, professor George Mamede, relatou sobre os trabalhos realizados em parceria e dedicação dos docentes, para efetivação do primeiro curso de graduação do instituto com co-gestão do Instituto de Educação a Distância (IEAD). O Curso de Engenharia de Energias, avaliado pelo MEC com nota máxima (5,0) e Engenharia em Computação. Nos cursos de Pós-Graduação, o instituto dispõe de outros dois: Gestão de Recursos Hídricos, Ambientes e Energéticos, em parceria com o IEAD e o Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts).

Para o futuro, o IEDS está com uma proposta, em fase de análise final, junto a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de um novo curso de Mestrado de Energia em Ambiente.

Professor e coordenador do Curso de Engenharia de Computação da Unilab, João Madeiro

O professor e coordenador do curso de Engenharia da Computação, João Medeiros realizou a apresentação da estrutura, as ênfases, as principais áreas de atuação do curso e do profissional (Engenheiro da Computação).

Professora Márcia Farias e estudantes da Unilab | Foto: Márcia Farias

Para a professora Márcia Farias, vinculada ao Instituto de Ensino a Distância (IEaD), o trabalho com os estudantes na disciplina de Álgebra Linear, mostra o quanto a Computação e as tecnologias arraigadas no cotidiano aguçam o interesse dos jovens. O curso, por ser muito rico de disciplinas, busca organizar as matérias, desenvolver o intelecto, o conhecimento, como também o raciocínio dos estudantes.

“A computação se insere em muitas áreas e aplicações (áreas tecnológicas, médicas, biotecnológicas, arquitetônicas ou as mais teóricas). “Um estudante, brasileiro ou estrangeiro, que se forma no curso, está preparado para expandir o conhecimento em qualquer direção, já que a computação se comunica e relaciona-se muito bem com todas as áreas de atuação”,  afirmou Márcia Farias, professora doutora e mestre em Informática.

Sobre o curso

O Curso de Graduação em Engenharia de Computação do IEDS é integral, presencial, com carga horária de 4030 horas, em cinco anos. Apresenta duas entradas anuais, para 80 vagas. O corpo docente é composto por 24 docentes de diferentes formações, entre Mestres e Doutores (maioria), no regime de 40h (DE).

Seletivo Masts 2019 (Inscrições abertas até 25 de abril)

O Masts, coordenado pelo professor Juan Carlos, está com inscrições abertas para o seletivo 2019, até o dia 25 de abril, conforme o Edital MASTS nº 01/2019Aditivo I. São ofertadas 15 vagas ofertadas. Duas vagas serão destinadas aos candidatos internacionais, oriundos dos seguintes países lusófonos, a saber: Timor-Leste, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Matérias relacionadas: Curso de Engenharia de Energias da Unilab é reconhecido com nota máxima pelo MEC e Curso de Engenharia de Energias da Unilab é credenciado junto ao Crea/CE

Comentários encerrados.