Unilab participa de missão técnica sobre ações de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional em São Tomé e Príncipe

Entidades da sociedade civil e poder público de São Tomé e Príncipe – Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural | Foto: Jaqueline Sgarbi

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), através do Projeto de Fortalecimento do Ensino, Pesquisa e Extensão para a Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, contido na instituição e na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o qual estrutura algumas ações do Mecanismo de Participação das Universidades no Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consan-CPLP), realizou, nos dias 26 de maio a 01 de junho, missão técnica junto à República Democrática de São Tomé e Príncipe, um país localizado na África Ocidental e parceiro da Unilab.

O projeto é coordenado pela Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proinst/Unilab), juntamente com professora do IDR, responsável pela execução do projeto, Jaqueline Sgarbi, e a Universidade Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), além de ser subsidiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com apoio e cooperação de diversas instituições de ensino superior presentes na CPLP.

Estiveram presentes a missão técnica, os professores do IDR/Unilab, Jaqueline Sgarbi e Lucas Nunes da Luz, que atuam com recursos genéticos, tema relevante para o país. A missão buscou aproximar as ações de ensino, pesquisa e extensão dos países, considerando a possibilidade de projetos de cooperação.

Visitas a produtores e cooperativas de exportação de produtos orgânicos, principal expressão econômica e cultural do universo rural daquele país., foram realizadas durante a missão. Destaca-se o debate sobre possibilidades de apoio ao Centro de Competências em Agroecologia, que se encontra em estruturação. A Universidade de São Tomé e Príncipe e o Centro de Investigação Agronômica e Tecnológica, assim como a Embaixada brasileira, também fizeram parte do roteiro da missão.

Na oportunidade foi assinada, pelo professor Dr. Ayres Bruzaca de Menezes, reitor da Universidade de São Tomé, a participação daquela universidade, como polo de ensino da Especialização em Soberania e Segurança Alimentar na CPLP.
Os resultados alcançados foram bastante positivos na medida em que houve o fortalecimento das relações entre instituições que atuam com temáticas afins com soberania e segurança alimentar, além do apoio a formação de profissionais que possam atuar em estratégias de fortalecimento da segurança alimentar e nutricional nos países da CPLP.

Comentários encerrados.