Unilab abre prazo de inscrição para submissão de atividades referente a programação da VI Semuni, no Ceará e na Bahia

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), com apoio da Coordenação de Projetos e Acompanhamento Curricular (Cpac/Prograd), abre prazo de pré-inscrição para submissão das propostas de atividades que integrarão a programação da VI Semana Universitária (Semuni), no período de 17 de junho a 19 de julho de 2019.

A sexta edição da Semuni acontecerá no período de 22 a 25 de outubro, conforme o Calendário Acadêmico – Ano Letivo 2019, sob a temática “Ciência e Diversidade de Gênero: produção de saberes para a afirmação dos Direitos Humanos”.

Servidores Técnicos Administrativos em Educação (TAE), docentes e estudantes da Unilab, façam sua Pré-Inscrição e participe da Programação da IV Semuni!

A submissão das propostas abrange as seguintes modalidades: Palestra, Mesa Redonda, Minicurso, Roda de Conversa, Oficina, Instalação Artística e Cine Debate.

A equipe da Prograd informa que os estudantes interessados em propor algum evento e/ou atividade deverão estar associados a algum professor ou TAE da Unilab.

Outras informações no site da Semana Universitáriada Unilab (Semuni).

Sobre a temática

O tema escolhido para os trabalhos da Semuni 2019: “Ciência e diversidade de gênero: produção de saberes para a afirmação dos direitos humanos”, foi resultado de uma consulta pública aberta realizada a toda comunidade, a qual obteve 41,6% de aceitação. A temática expressa a necessidade de fortalecer o debate acadêmico, bem como as ações de docência, pesquisa e extensão que vem contribuindo para o combate às desigualdades de gênero a partir de uma abordagem relacionada ao campo dos Direitos Humanos, entendendo igualdade de gênero como justiça social. Nesse sentido, debater diversidade e igualdade de gênero implica refletir sobre Saúde, Educação, Cultura, Mundo do Trabalho, Acesso à Justiça, Produção de Saberes e Relações de Poder na sociedade. Em países como o Brasil e demais parceiros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o debate sobre diversidade de gênero se configura como uma pauta urgente para uma redução efetiva das desigualdades sociais através da democratização dos espaços públicos e do enfrentamento de situações de intolerância, preconceito, discriminação e ódio em relação à grupos populacionais historicamente vitimados por alarmantes índices de violência e de negação de direitos sociais, civis e políticos, como é o caso de mulheres e da comunidade LGBTQI+.

Matéria relacionada: “Ciência e diversidade de gênero: produção de saberes para a afirmação dos direitos humanos” é a temática escolhida para a VI Semuni/Unilab.

Comentários encerrados.