Grupo do Pibid de Pedagogia/Ceará participa do II Copene Nordeste

Foto: Pibid Pedagogia/Ceará

No último mês de maio, de 29 a 31, o núcleo do Pibid – Pedagogia Unilab/Ceará participou da segunda edição do Congresso de Pesquisadores/as Negros/as do Nordeste (Copene). O evento aconteceu no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal da Paraíba (CCHLA/UFPB), em João Pessoa.

O II Copene pautou os estudos das relações étnico-raciais por meio de conferência, mesas de debates, oficinas, simpósios temáticos, relatos de experiências afro-pedagógicas e atividades político-cultural, tendo como eixo de discussão o tema “Epistemologias Negras e Lutas Antirracistas”.

Foto: Pibid Pedagogia/Ceará

O subprojeto Pibid – Pedagogia Unilab, coordenado pelas professoras Carolina Maria Costa e Rosângela Ribeiro, participou do evento com a presença de 25 bolsistas e a apresentação de 15 trabalhos. Outros estudantes da universidade, dos cursos de Antropologia e História, somaram ao grupo que saiu de Redenção/CE, no dia 28 de maio.

Para alguns estudantes, esse foi o primeiro congresso. Para outros, uma nova oportunidade de troca de experiências acadêmicas e científicas. Para professora Rosângela, “A participação em eventos dessa natureza nos impele a repensarmos com maior cuidado nossa prática na academia, bem como nas escolas de educação básica junto às professoras e às crianças sobre a nossa contribuição e intervenção no chão da escola, no sentido de assumir o compromisso com uma educação laica, de qualidade, gratuita e antirracista”.

De acordo com a docente, “O Copene foi uma oportunidade de vivenciar reflexões e debates que causaram entusiasmo para a reafirmação com uma Pedagogia que prima pelas relações étnico-raciais”.

Foto: Pibid Pedagogia/Ceará

Foram três dias de intenso processo de aprendizagem acerca de conteúdos e atividades antirracistas. A produção científica presente no Copene, em que foi notório o protagonismo negro, resultado das pesquisas de ensino, extensão e pesquisa no campo das relações etnicorraciais que acontecem no nordeste, corrobora com a formação dos estudantes da Unilab, que tem como um dos pilares a descolonização dos currículos.

Para a professora Carolina Bernardo, “Enquanto professora, vejo a necessidade de ampliar os espaços de formação para além da sala de aula. Nossa participação em eventos científicos é uma oportunidade de aprofundamento nas diversas experiências: intelectual, estética, empírica, social e política, além de uma oportunidade de reconhecimento das próprias produções”.

Discentes Ana Jéssyca da Silva e Francisco Gabriel Silveira |Foto: Pibid Pedagogia/Ceará

O grupo Pibid-Pedagogia recebeu dois prêmios por menções honrosas de alunos e bolsista do programa. São eles: Ana Jéssyca da Silva Lima e Francisco Gabriel Silveira Ferreira, com o tema “Trabalhando as Relações Étnico-Raciais através da Contação de Histórias na Educação Infantil”; e Geisa Lavinia Sequeira Gomes e Elia Maria Leandro Uangna, com o trabalho “Relato de experiência das estudantes africanas no Programa institucional de bolsas de iniciação à docência – Pibid / Unilab no município de Acarape – CE”.

Foto: Pibid Pedagogia/Ceará

Com o apoio institucional do Pibid, sob a coordenação da professora Luma Nogueira de Andrade, da Reitoria e das Pró-reitorias de Graduação e Administração, a equipe ressalta os esforços para efetivar a participação da Unilab no evento. Para a coordenadora Luma, “É gratificante saber que o Pibid da Unilab está cumprindo com seu papel de formar profissionais qualificados/as para atuarem nas escolas e pesquisadores/as que estão obtendo destaque inclusive fora de nosso estado, com suas produções. O sucesso deste trabalho é fruto da dedicação de todos/as que atuam em nosso programa e do apoio institucional”.

A participação da Unilab, encabeçada também pela professora Joanice Conceição, trouxe a responsabilidade de sediar o III Congresso de Pesquisadores/as Negros/as do Nordeste – III Copene Nordeste no ano de 2021.

Comentários encerrados.