Associação dos Estudantes Angolanos da Unilab comemora emancipação da Província do Uíge

A Associação dos Estudantes Angolanos da Unilab (AEAU) vai promover, nesta segunda-feira (1º de julho), o Dia da Província do Uíge, em alusão aos 102 anos de emancipação da província angolana, nos campi da Unilab no Ceará.
 
Participe preenchendo o Formulário Eletrônico!
 
O Programa “CONHEÇA ANGOLA”, desenvolvido pela AEAU, é uma iniciativa da Secretaria de Cultural da Associação dos Estudantes Angolanos da Unilab (AEAU), que se propõe a comemorar o dia de cada província de Angola, visando evidenciar as diferenças étnico-culturais existentes  no território angolano e a disseminar conhecimentos.
 
Confira a Programação:
 
8h (Campus da Liberdade, em Redenção/CE): Exposição fotográfica pelos corredores (imagens que retratam personagens históricas e pontos turísticos da província);
 
11h às 13h45 (Campus da Liberdade e na Unidade Acadêmica dos Palmares – Acarape/CE): Passagem de músicas no RU (músicas tradicionais da província do Uíge nos diversos estilos);

 

16h30 (Campus da Liberdade, pátio): Passagem de fotos em projetor (fotos da cidade, paisagem, lugares históricos, cultura, gastronomia, etnia e de estudantes da Unilab oriundos do Uíge);

17h às 19h (Campus da Liberdade, pátio): Roda de conversa “Diálogos sobre a terra do Bago Vermelho”;

– Certificado de participação de 2 horas.
– Haverá lanche (Ovo com Jindungo), contribuição de R$ 0,50.

 

Sobre a Uíge
 
Uíge (também conhecida como a terra do Bago vermelho) é uma província de Angola situada no extremo norte do país. A capital da província também tem a designação de Uíge. 
É constituída por 16 municípios, sendo a província de Angola com o maior número destas unidades administrativas. Os municípios são: Ambuíla, Bembe, Buengas, Bungo,Damba, Alto Cauale, Maquela do Zombo, Milunga, Mucaba, Negage, Puri, Quimbele, Quitexe, Sanza Pombo, Songo e Uíge.
Faz fronteira a oeste com a província do Zaire, a norte e a leste com a República Democrática do Congo, a sudeste com a província de Malanje, e a sul com as províncias do Cuanza Norte e do Bengo. A economia da província baseia-se fundamentalmente em 2 sectores: agricultura e o comércio.
 

Comentários encerrados.