Projeto de extensão promove curso de Yorubá em Feira de Santana/BA

Foto: Projeto de Extensão

O Projeto de Extensão Língua Portuguesa como Segunda Língua (LPL2) e o Grupo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Linguagem e Sociedade (GEPILIS), em parceria com o Ylé Asé Opasoró Fadakà e a Associação de Capoeira Ginga Menino, realizaram, na última quarta-feira (3), a primeira aula do curso de Yorubá. A atividade acontece em Feira de Santana/BA.

O curso terá carga horária de 20h e será realizado entre os meses de julho e agosto. A iniciativa tem por objetivo integrar a comunidade externa, além de difundir saberes afrocentrados.

Da esq. para dir.: Franck, monitor de Yorubá; Mestre Paraná, grupo de capoeira Ginga Menino; Babà Jafruran, Ylé Asé Opasoró Fadakà; Prof. Denilson, Unilab, coordenador do projeto | Foto: Projeto de extensão

A ação de extensão é uma proposta de interculturalidade entre os estudantes do curso de Português para Estrangeiro do Programa Pré-PEC-G, que acontece no Campus dos Malês, e a comunidade externa. Sob coordenação do professor Denilson Lima Santos, o estudante beninense Franck Jeannot Gnonhoue ministra o curso com o objetivo de expandir a cultura africana, nesse caso a iorubana, no sertão baiano, além de promover a interiorização da Unilab na Bahia.

“Esse momento é importante para que conheçamos outros modos de vida e culturas que formam e formaram a identidade brasileira”, explica o professor Denilson Lima. “A imersão na língua iorubana é apenas uma das diversas ações que a universidade tem realizado nas comunidades circunvizinhas”, completa o coordenador, que defende a missão da Unilab em integrar e difundir o conhecimento por meio das atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Comentários encerrados.