Curso de Sociologia debate o holocausto a partir da obra de Zygmunt Bauman

O Curso de Sociologia, Bacharelado em Humanidades, e o Projeto de Extensão “O Poder Global”, coordenado pelo professor Sebastião André, realizam amanhã (16), na Sala 306 da Unidade Acadêmica dos Palmares, a partir das 18h45, a palestra, seguida de debate, sobre o tema: “Zygmunt Bauman:  modernidade e holocausto 30 anos depois.”

O debate tem como objetivo avaliar a importância e atualidade do livro “Modernidade e Holocausto”, do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, lançado há 30 anos.

“A obra analisa o fenômeno trágico do holocausto nazista, contra os judeus principalmente, a partir de uma nova abordagem, que privilegia a instrumentalização “mecânica e objetiva” das atitudes dos nazistas envolvidos no extermínio de seres humanos, consequência do “ethos” da modernidade”, explica André.

O evento terá como debatedores o professor, Sebastião André, e o aluno do Bacharelado em Humanidades e do Pulsar, Samuel Aquino.

Comentários encerrados.