Unilab está com inscrições aberta para exposição de livros no estande Institucional da Unilab na XIII Bienal

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult), participará da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará. A Bienal irá acontecer no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza/CE, de 16 a 25 de agosto de 2019,  com o tema “As cidades e os livros”.

Desta forma, a Unilab contará com uma ampla programação nos dias da Bienal, tanto com atividades desenvolvidas nos seus campi  do Ceará, como no Centro de Eventos, na capital, com um estande institucional durante todo o evento.

No estande institucional da Unilab disporá de uma programação literária e cultural, privilegiando também os países parceiros de língua portuguesa da CPLP, além da possibilidade de lançamento de livros pela comunidade acadêmica.

Os professores, técnicos e alunos, que tenham interesse em ter seu livro inseridos na programação do estande, favor preencher o Formulário Eletrônico.

Informações Básicas:

As demandas de lançamentos deverão ser enviadas até o dia 10 de agosto  para que possamos organizar o calendário de lançamentos. 

A indicação no formulário para data e horário do lançamento irá depender da disponibilidade de data e horário. Os lançamentos serão alocados em ordem de chegada das inscrições; Os livros deverão ser levados pelos responsáveis no dia do lançamento.

Não será disponibilizado coffee break para lançamentos.

Sobre a Bienal

A Bienal Internacional do Livro do Ceara chega a sua 13ª edição sendo reconhecida como um ambiente para a fruição artística, além de um importante espaço de construção de políticas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, criando momentos para ouvir a opinião da sociedade e das entidades envolvidas. A estimativa é de que o espaço receba um público superior a 400 mil pessoas, durante os dez dias de feira. A feira é realizada pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e com apoio do Ministério da Cidadania.

Comentários encerrados.