Observatório da Vida Estudantil promove Ciclo de Reflexões no Campus dos Malês

Grupo de Trabalho 2.

“Caminhada longa
Caminhada de um sonho tirado
Negros africanos
Negros do Recôncavo Baiano
Vidas de sofrimento na ciência”

O trecho do poema escrito pelo estudante Euclides Victorino Silva, ganhador do Concurso de Poemas promovido pelo Observatório da Vida Estudantil (Observe), ilustra os desafios enfrentados por estudantes para dar seus passos pela vida no Ensino Superior.
Foi com essa preocupação que o Observe promoveu o Ciclo de Reflexões sobre a Vida Estudantil, que aconteceu entre os dias 25 e 26 de julho no Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA.

O evento teve como objetivo reunir experiências de pesquisa e de extensão que provocam reflexões e promovem uma melhor vivência entre os estudantes no Ensino Superior, buscando trazer à superfície a experiência emergente de novos sujeitos que ingressam na universidade nos recentes processos de interiorização e internacionalização das universidades brasileiras. O evento reuniu trabalhos que são desenvolvidos no Campus dos Malês, além de receber a contribuição de experiências de outras universidades baianas interiorizadas, como UFRB e Uneb.

O Grupo de Trabalho (GT) “Pesquisas sobre as trajetórias de estudantes no ensino superior”, mediado pela professora Ana Cláudia Gomes (Unilab), trouxe temáticas diversas, perpassando os desafios da população negra, inclusive as particularidades de estudantes africanos e quilombolas na entrada da universidade, até as especificidades de formandos de licenciados no interior da Bahia.

Mesa-redonda “Refletindo sobre a permanência dos estudantes no Ensino Superior”.

Já o segundo GT “Projetos de Vivência e convivência na universidade”, mediado pela professora Layla Daniele de Carvalho (Unilab) apresentou os múltiplos projetos existentes no Campus dos Malês que dão conta de áreas distintas, como ensino de línguas, o ensino de linguagens artísticas negras, exposição de fotos e a experiência com o pré-Enem dos discentes.

Também foi realizada a mesa-redonda “Refletindo sobre a permanência dos estudantes no Ensino Superior”, com a participação das professoras Ilma Maria Fernandes (Uneb), Osmaria Rosa Souza (UCSal) e Leodinéia da Costa (UFRB), mediada pela professora Carla da Silva (Unilab/Observe). O debate trouxe à tona questões relacionadas à vida estudantil, ressaltando a importância das universidades no interior para a dinamização do seu entorno, com formação de sujeitos atuantes em seus municípios de origem.

Por fim, houve o momento de declamação dos poemas e a premiação dos vencedores do concurso dos poemas. Os ganhadores foram Euclides Victorino Silva Afonso, autor do trecho de poema que abre essa reportagem, além de Michel Luís Tavares de Carvalho e Aua Cassamá. Aua, inclusive, trouxe a temática de ser mãe e estudante em um lugar diferente do seu país natal, e deixa nos seus versos o registro dessa outra particularidade da vida estudantil:

Se engana tu que acha que não olhava para mala a chorar querendo voltar
Mas o sonho e a ambição de formar me segurou, coragem mulher!

estudante Euclides Victorino Silva, ganhador do Concurso de Poemas promovido pelo Observatório da Vida Estudantil (Observe)

Comentários encerrados.