Curso de Línguas e Culturas Crioulas lança concurso de logomarca

O Projeto de Extensão “Curso de Línguas e Culturas Crioulas” lança, nesta quarta-feira (21), o concurso para criação da logomarca do curso, com inscrições recebidas até dia 11 de setembro.

Inscrições

Os interessados deverão, no período de 21 de agosto até 11 de setembro, preencher a  Ficha de Inscrição (Anexo I), acompanhada da proposta de logomarca, elaborada e salva de acordo com a forma de apresentação definida no Regulamento e enviar sua proposta para o e-mail do curso; (clcrioula@unilab.edu.br). Cada participante poderá inscrever apenas um trabalho e a inscrição do candidato estará garantida após o recebimento de e-mail de confirmação. 

Avaliação das propostas pela Comissão Julgadora acontecerá no período de 12 a 15 de setembro, com a divulgação do resultado final previsto para o dia 16 de setembro e publicado no Portal da Unilab e nos meios virtuais (perfil do Curso de Línguas e Culturas Crioulas na rede social Facebook). O vencedor receberá um comunicado diretamente em seu email.

O Projeto de Extensão “Curso de Línguas e Culturas Crioulas” é coordenado pelo professor do Instituto de Linguagens e Letras (ILL), Rodrigo Ordine, sendo fruto do Edital do Programa de Bolsas de Extensão, Arte e Cultura, da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura da Unilab (Pibeac/Proex), com o apoio do ILL/Unilab.

Premiação 

O ganhador será agraciado com a coleção completa de “História Geral da África”, com oito volumes, composta pelo Comitê Científico Internacional da UNESCO, para a Redação da História Geral da África, juntamente com o prêmio em dinheiro no valor de R$ 100,00.

Confira as orientações no Regulamento do Concurso!

Objetivando selecionar a melhor proposta de logomarca, a escolhida será aplicada nos materiais de divulgação, meios de comunicação, páginas da internet, cartazes e produções em geral do Curso de Línguas e Culturas Crioulas.

Participantes 

Poderão participar do concurso estudantes vinculados a qualquer curso de graduação e pós-graduação (lato e stricto senso) da Unilab. 

Impedimento

Estão impedidos de participar do concurso os professores-voluntários e/ou bolsistas do Curso de Línguas e Culturas Crioulas, bem como docentes, servidores técnico-administrativos em Educação (TAEs) e servidores terceirizados da instituição.

Sobre a coleção

A coleção História Geral da África tem cerca de dez mil páginas, distribuídas nos oito volumes. Criada por iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), aborda desde a pré-história do continente africano até os anos 1980.

A edição completa da coleção já foi publicada em árabe, inglês e francês; e sua versão condensada está editada em inglês, francês e em várias outras línguas, incluindo hausa, peul e swahili. Agora, o MEC oferece a versão para uso no Brasil e nas nações que integram a Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

Além de apresentar uma visão de dentro do continente, a obra cumpre a função de mostrar à sociedade que a história africana não se resume ao tráfico de escravos e à pobreza. O objetivo da iniciativa é preencher uma lacuna na formação brasileira a respeito do legado do continente para a própria identidade nacional.

Segue a lista completa:
 

Comentários encerrados.