Escola Superior da Magistratura visita o Instituto de Educação a Distância da Unilab

Representantes da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará em visita a Unilab.

No último dia 21 de Agosto, o Instituto de Educação a Distância (IEaD) recebeu a visita da supervisora administrativa, Débora Paz, e do diretor pedagógico, Dr. Flávio José Moreira, da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec). O objetivo da visita era conhecer as estruturas físicas e organizacionais do IEaD que é, segundo Paz, uma das referências do Ensino a Distância (EaD) do Ceará. Na oportunidade, apresentou-se as estruturas físicas, organizacionais, pedagógicas e tecnológicas, que suportam o EaD na Unilab.

O professor do IEaD, Manoel Ribeiro, e a técnica-administrativa em educação, Danyelle Teixeira, que receberam os representantes da Esmec na Unilab, destacaram os principais pontos de atenção para implantação do EaD em uma instituição de ensino: a plataforma de Ambiente Virtual de Aprendizado, o cuidado com o planejamento do material didático interativo, o suporte de um bom sistema acadêmico e a preparação do corpo docente para a modalidade a distância.

“O ensino presencial está para o teatro assim como o ensino a distância está para o cinema, fazer ensino a distância exige muito mais planejamento prévio do que o presencial, para sair tudo perfeito”, destacou o professor Manoel Ribeiro.

Sobre a Esmec


A Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec) é órgão do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, criada pela Lei nº 11.203 de 17 de julho de 1986. O Regimento Interno ainda vigente foi elaborado pelo Desembargador Júlio Carlos de Miranda e aprovado pelo Tribunal Pleno em sessão de 16 de junho de 1988, publicado no Diário de Justiça de 2 de março de 1989.

Os dirigentes e coordenadores da Esmec são magistrados que atuam em sua sede em Fortaleza e nos núcleos regionais de Sobral e Juazeiro do Norte. Dirigida por um Desembargador do Tribunal de Justiça, indicado por seu Presidente, nome ratificado pelo Tribunal Pleno, a Escola é coordenada por um Juiz, nomeado pelo Desembargador Diretor. São órgãos colegiados da Esmec: o Conselho de Ex-Diretores e o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE), composto este por docentes dos cursos ministrados na instituição.

Comentários encerrados.