Estudantes celebram 46 anos da independência de Guiné-Bissau

Uma série de atividades alusivas aos 46 anos da independência de Guiné-Bissau tem início na próxima sexta-feira (13). Até o dia 28 de setembro, a data será comemorada com debates, mesas e feira cultural, entre outras festividades.

Com o lema “Papel da juventude face aos desafios contemporâneos (jovens I ka futuro / presente)”, a ideia é trazer ao público o debate sobre o papel da juventude guineense face aos desafios contemporâneos, mostrando a sua maturidade e autonomia na construção social e na tomada de decisão, tanto na política quanto na participação dos movimentos sociais.

Este ano, as atividades estão sendo organizadas conjuntamente pelo Coletivo Kamkolé e pela Associação dos Estudantes Guineenses na Unilab (AEGU), que “visam à reflexão coletiva junto aos que estão afastados nos processos de tomada de decisões dos problemas que lhes afetam”. O intuito é também motivar a participação ativa nos programas educativos voltados à capacitação das camadas juvenis.

A mesa de abertura ocorrerá no dia 13, das 8h às 12h, no Auditório do Campus da Liberdade, em Redenção/CE. O tema abordado será o “Papel da juventude na consolidação de um estado de direito e democrático”. Entre os eventos que compõem a programação estão o concerto palestra “A música e suas tradições na Guiné-Bissau” e a mesa “Mulher na sociedade guineense: emancipação e participação na política”.

Confira aqui a programação completa do evento, que se encerra com a festa da independência no dia 28 de setembro, no Sítio Solobo.

 

Sobre a AEGU

Fundada em 8 de fevereiro de 2014, a Associação dos Estudantes Guineenses da Unilab no Maciço de Baturité, a AEGU é uma associação sem fins lucrativos que reúne seus membros nas dependências do campus da Liberdade, em Redenção/CE.

A associação visa a representar e defender os interesses dos estudantes, no âmbito acadêmico, cultural, desportivo, etc. Ao longo dos cinco anos de atividades, a AEGU tem promovido palestras, debates e atividades comemorativas.

Comentários encerrados.