Campus dos Malês comemora 5 anos de cursos presenciais com café da manhã

Foto: Assecom

Na última segunda-feira (23), um café da manhã foi realizado no Campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em São Francisco do Conde/BA, como parte das comemorações alusivas aos 5 primeiros anos de cursos presenciais no campus fora de sede.

Dessa vez, o objetivo foi trazer os gestores públicos e parlamentares para conhecer a universidade e trabalhar junto à comunidade na defesa e expansão da Unilab em solo baiano.

“Desde o Festival das Culturas, temos falado e comemorado de diversas formas. O campus tem seus primeiros cursos reconhecidos pelo MEC com nota 5 – considerados cursos excelentes, e nota 4 – conceito muito bom”, frisou Mirian Reis, diretora do Campus dos Malês.

Convidados

Foto: Assecom

Entre os convidados estavam vereadores e secretários municipais de São Francisco do Conde e de Madre de Deus, o prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, o presidente da Câmara Municipal local, Antonio Lopes, o representante do Governo do Estado da Bahia, Marcius Gomes, os deputados federais Alice Portugal e Jorge Solla, o coordenador-geral do Diretório Central Acadêmico (DCE) Anderson Carvalho e autoridades políticas da região.

Também marcaram presença a representação da ASSUFBA, além de Cláudio André e Jailson Alves, do Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino do Estado da Bahia (APUB Sindicato).

Foto: Assecom

O encontro foi organizado pela diretoria, coordenações de cursos e corpo técnico do campus, Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, DCE e um grupo de professores que criou uma equipe de mobilização na defesa pela consolidação e expansão do campus. Os terceirizados também foram fundamentais para a realização do evento.

Integração, interiorização e internacionalização

“É uma universidade que nos traz a possibilidade de sonhar e alcançar voos mais longos”, afirmou Anderson Carvalho, coordenador-geral do DCE local, ao defender a importância do campus, não só para o município no qual está inserido, mas para toda a região.

Anderson Carvalho, coordenador-geral do DCE Malês | Foto: Assecom

Primeira servidora a chegar no campus, Adelmária Ione, coordenadora de formação sindical do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (ASSUFBA), lembrou que a Unilab está em São Francisco do Conde desde 2013, com a implantação dos cursos a distância (EAD). Ela destacou a interiorização e internacionalização do projeto. “É uma bandeira da nossa entidade a educação de qualidade, contribuindo para o desenvolvimento regional, proporcionando ao município e à região uma formação pública de excelentíssima qualidade”.

Foto: Assecom

Parcerias

O Secretário de Educação de São Francisco do Conde, Marivaldo do Amaral, mencionou as várias parcerias entre a universidade e o município, entre elas o trabalho conjunto na realização do Pró-Enem.

“A Unilab tem criado uma relação muito forte com a rede municipal de educação, inclusive nos ajudando na formulação da proposta curricular da educação do município”, apontou o secretário, que também faz parte do corpo de docentes da Unilab.

Representando o Governador e o Secretário de Educação do Governo do Estado da Bahia, o Coordenador Executivo de Projetos Estratégicos da Secretaria de Educação, Marcius Gomes, demonstrou o compromisso do estado com as políticas de educação.

Foto: PMSFC

Unilab na pauta do legislativo

Ciente da importância do legislativo para os encaminhamentos e trânsito junto ao governo estadual e federal, o reitor da Unilab, Alexandre Cunha Costa, por meio de mídia veiculada durante o café da manhã, mencionou o papel da disponibilidade de emendas parlamentares individuais e de bancada.

“A participação dos parlamentares para a consolidação das instituições federais de ensino superior no interior do Brasil se mostrou mais do que fundamental nessa última década. Sem as bancadas estaduais e federais, a maioria dos campi fora de sede não teria alcançado sua devida consolidação”, ratificou o professor Alexandre.

Jorge Solla, deputado federal da Bahia, reiterou o compromisso com a instituição. “A Unilab tem o compromisso solidário com os países de língua portuguesa, com a interiorização do ensino superior, com a abertura da universidade para a população negra e à população que mais precisa”.

Também sempre presente quando o assunto é dar apoio ao campus, a deputada federal Alice Portugal elogiou a unidade existente na Unilab. Para ela, a instituição é vocacionada para as relações internacionais, por ser intercontinental, afeita à língua e à cultura.

“A Unilab é pioneira na constatação das necessidades da integração com os povos da mesma língua”. Ela, que é também vice-presidente da Comissão de Educação da Câmara de Deputados, demonstrou total apoio ao projeto.

Campus dos Malês em números

Com um prédio em funcionamento, dois em construção e quase 50 hectares na Fazenda Marapé, o Campus dos Malês abriga ensino, pesquisa e extensão.

São 50 projetos de extensão cadastrados e em realização. São eventos que movimentam o território de toda a região, como o Festival das Culturas e a Semana Universitária.

Comentários encerrados.