Colação de Grau: Unilab forma 184 novos profissionais

Na noite de sexta-feira, 20 de setembro, a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro Brasileira (Unilab) pode comemorar a formação de 184 novos profissionais, egressos do semestre 2019.1. A celebração marcou a graduação de 103 bacharéis nos cursos de Administração Pública nas modalidades: a distância (14) e presencial (14), Agronomia (13), Antropologia (4), Enfermagem (5), Engenharia de Energias (10), Humanidades (43); e 81 licenciados em: Ciências da Natureza e Matemática (3), História (5), Letras/Língua Portuguesa (10), Pedagogia (11), Sociologia (28), Ciências Biológicas (10), Matemática (4), Física (1) e Química (9), sendo as quatro últimas formando suas primeiras turmas.

A colação de grau é um momento de agradecimento e de reafirmação do compromisso da universidade e seu tripé: o ensino, a pesquisa e a extensão, bem como do papel indispensável do ensino superior para a construção do futuro do Brasil e dos países parceiros na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) – Angola, Cabo-Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e o Timor Leste. Seguindo o protocolo da cerimônia, os novos profissionais proferiram, solene e coletivamente, com braço direito erguido, que dali em diante “sob o penhor da honra irão exercer com dignidade profissional as atribuições inerentes ao grau que lhes foi conferido, visando ao serviço, ao ser humano, a construção de uma sociedade justa e a promoção da integração entre os povos”.

As turmas concludentes externaram seu agradecimento e sua promessa de atuação através dos discursos dos oradores, como Lauana Costa, do curso de Humanidades, que destacou não apenas o momento de comemoração pela etapa vencida, lembrando que muitos dos ali presentes são filhos e filhas da classe trabalhadora, muitos foram os primeiros de sua família a ter um diploma de ensino superior, e concluiu dizendo que “esta noite é de comemoração por vossas conquistas. É o fim de um ciclo, de muitos que virão”.

Em cada discurso, os representantes de turma mostravam que a Unilab, além do conhecimento técnico, permitiu amadurecimento e consciência da responsabilidade de cada um como um novo profissional em sua área e diante da sociedade. “Seremos protagonistas”, disse Armando Correia, do curso de Sociologia, sentimento reforçado pela concludente do curso de Antropologia, Domingas da Silva: “Ser antropólogo/professor de Antropologia é acima de tudo, ter uma concepção de mundo, acreditar e vivê-la diariamente. É saber dar voz aos excluídos e de tantos outros agentes sociais importantes”. Neyla Ramos, concludente de Engenharia de Energias, destacou como o diploma representa uma vitória na luta pela igualdade de gêneros: “Quem é mulher, certamente já ouviu ‘engenharia não é curso de mulher’, pois eu afirmo que curso de mulher é qualquer um que ela escolher fazer.” O sentimento de nostalgia e gratidão pode ser resumido nas palavras da concludente do curso de Pedagogia, Vanusa Tavares, que em seu discurso disse: “Hoje também é dia de despedida, para alguns. Talvez amanhã ainda nos falemos, mas, e daqui a uma semana? Ou quem sabe daqui a um mês. Será que nos reconheceremos daqui a 5 anos? Pois é, a caminhada nos separa, mas as memórias que construímos juntos aqui permanecem e os bons momentos. ”

No discurso de encerramento da cerimônia, proferido pelo reitor pro tempore, professor Alexandre Cunha, fica a mensagem de perseverança do projeto Unilab. Ele lembrou que a universidade vem sofrendo cortes no orçamento desde 2014 e nem por isso deixou de cumprir seu papel. “Tenho certeza que o caminho até aqui não foi fácil. Desde 2014 que sofremos com bloqueios que chegou a atingir 46% do funcionamento da universidade. E mesmo com essa dificuldade, a Unilab cresceu; a Unilab não possui contas atrasadas e nem cortou bolsas. Somos a segunda universidade com a maior taxa de professores-doutores de todo o Brasil. O projeto da Unilab continua, portanto, de pé.”

Composição da Mesa

Estiveram presentes na cerimônia, compondo a mesa de honra: o Reitor Pro Tempore da Unilab, Alexandre Cunha, a Vice-Reitora Pro Tempore, Andrea Linard, a Pró-Reitora de Graduação em exercício, Silviana Mariz, o coordenador do curso de Bacharelado em Administração Pública, na modalidade a distância, em exercício, Allberson Dantas, o coordenador do curso de Bacharelado em Administração Pública, na modalidade presencial, José Weyne de Freitas, a coordenadora do curso de Bacharelado em Agronomia, Susana Blum, o coordenador do curso de Bacharelado em Antropologia, Lailson Ferreira, a coordenadora do curso de Bacharelado em Enfermagem, em exercício, Lydia dos Santos, o coordenador do curso de Bacharelado em Engenharia de Energias, em exercício, Humberto Fontinele, a coordenadora do curso de Bacharelado em Humanidades, Jacqueline Costa, a coordenadora do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, em exercício, Luana de Almeida, o coordenador do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza e Matemática, em exercício, Aurélio Teixeira, o coordenador do curso de Licenciatura em Física, Michel Granjeiro, o coordenador do curso de Licenciatura em História, Sérgio Barreira; a coordenadora do curso de Licenciatura em Letras/Língua Portuguesa, Suele de Souza, a coordenadora do curso de Licenciatura em Matemática, Danila Tavares, o coordenador do curso de Licenciatura em Pedagogia, em exercício, Luís Eduardo Bedoya, a Coordenadora do curso de Licenciatura em Química, Cleide da Silva, e o Coordenador do curso de Licenciatura em Sociologia, Thiago Vasconcelos.

Comentários encerrados.