Seminário traz reflexões sobre o ensino e a pesquisa em sociologia num contexto internacional

 Encerramento da palestra Pesquisa, Profissionalização e Atuação Escolar em Sociologia.

O Seminário “Pesquisa, profissionalização e atuação escolar em sociologia. Diálogos França, Brasil e África”, que foi realizado nos dias 19 e 22 de agosto, apresentou debates sobre experiências de ensino de sociologia na educação superior e básica e de profissionalização em Brasil, França e nos países africanos de língua portuguesa: Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe.

Com a participação de docentes e discentes, cabendo destacar a presença da professora da Universidade de Lyon 2 (França), Stéphanie Tralongo, o Seminário promoveu também a circulação e a partilha de diferentes saberes, experiências e práticas, a interlocução entre agentes das universidades e das escolas de educação básica, difundindo conhecimentos científicos e efetivando processos formativos, envolvendo alunos e professores.

Seminário dia a dia

Visita à escola Dr. Brunilo Jacó.

Visita à escola Dr. Brunilo Jacó.

No primeiro dia, foi realizada uma Visita Técnica à Escola de Ensino Médio Dr. Brunilo Jacó (Redenção/CE). Na ocasião, gestores, professores e alunos acolheram os visitantes, partilhando os desafios vivenciados, as conquistas e os programas existentes na escola, e, de modo geral, o cotidiano de uma instituição escolar de ensino médio no estado do Ceará.

“Vale destacar a parceria consolidada entre o Curso de Sociologia da Unilab e esta Escola, através da colaboração do professor João Paulo, com a realização anual da Semana de Sociologia, envolvendo centenas de alunos, com processos formativos que incluem reflexões teóricas e atividades práticas, destacando a relevância das ciências sociais e aproximando Universidade e Escola”, ressaltou Eduardo Machado, professor da Sociologia/Unilab.

Professor Eduardo Machado, coordenador do Grupo Diálogos Urbanos, durante a abertura dos trabalhos do Seminário.

Professor Eduardo Machado, coordenador do Grupo Diálogos Urbanos, durante a abertura dos trabalhos do Seminário.

Às 15h do mesmo dia, na Unilab, Machado, que também coordena o Grupo Diálogos Urbanos de Extensão e Pesquisas Interdisciplinares, fez a abertura dos trabalhos. Na ocasião, foi instituída a Regional Maciço de Baturité da Associação Brasileira do Ensino de Ciências Sociais (ABECS), entidade que promove a associação entre agentes da universidade e da educação básica, fortalecendo as ciências sociais nos sistemas educacionais e dinamizando o intercâmbio de conhecimentos científicos, de currículos, de materiais didáticos e de experiências e práticas pedagógicas variadas e inovadoras dos currículos.

Participaram desse momento, o representante nacional da ABECS, José Anchieta de Souza, a professora da Sociologia/Unilab, Elisa Rower, as alunas da Sociologia/Unilab, Estelany Soares e Medilanda Tubento, o professor da Escola Estadual de Ensino Médio Padre Saraiva Leão, Antônio Tavares e, como mediador, Lucas de Souza, docente da Sociologia/Unilab.

Participantes do painel "Profissionalização e Ensino de Sociologia na Educação Básica".

Participantes do painel “Profissionalização e Ensino de Sociologia na Educação Básica”.

Às 19h, também na Unilab, compôs-se a mesa com a palestrante Stéphanie Tralongo, que discorreu sobre a profissionalização e o ensino da sociologia na França, analisando práticas, saberes e objetivos promovidos pela universidade francesa. A palestra foi mediada e traduzida por Anne-Sophie Gosselin, docente da Sociologia/Unilab, e Lamba Gomes, discente da Unilab, e comentada por: Olga Almeida, professora da Escola Estadual de Ensino Médio Almir Pinto, de Aracoiaba/CE, Igor Monteiro, docente da Sociologia/Unilab, e Silvia Vuap, discente da Sociologia/Unilab.

Na quinta-feira (22/08), pela manhã, aconteceu no auditório Valnir Chagas da Faculdade de Educação (Faced/UFC), em Fortaleza, o painel “Profissionalização e Ensino de Sociologia na Educação Básica”.

“Este foi um momento riquíssimo, considerando as mudanças em curso, no Brasil, associadas à reforma do ensino médio e da Base Nacional Comum Curricular; as lutas para manter a filosofia e a sociologia no ensino médio; os diálogos envolvendo vários países; a grande participação de docentes de variadas regionais da educação e escolas de ensino médio, professores e professoras de sociologia, mas, de modo geral, também da filosofia e das humanidades”, destacou a organização.

Palestrantes falam sobre a Circulação Internacional de Ideias em Contextos de Produção Científica.

Palestrantes falam sobre a Circulação Internacional de Ideias em Contextos de Produção Científica.

A palestra sobre o tema da circulação internacional das ideias em contextos de produção científica, ministrada pelas professoras Stéphanie Tralongo e Mônica Martins, docente da UECE, sob os comentários de Barnabé Augusto, discente da Sociologia/Unilab, foi a atividade de encerramento do Seminário, realizada na quinta (22/08), no turno da tarde, no mini-auditório do CESA, no Campus do Itaperi da UECE.

Um Seminário, muitos apoios

O Seminário “Pesquisa, profissionalização e atuação escolar em sociologia. Diálogos França, Brasil e África”, que contou com a efetiva participação discente para fortalecer o debate e externar os anseios e perspectivas da formação docente em sociologia, foi promovido pelo Grupo Diálogos Urbanos em parceria com o Performarte, a Área de Estágio Supervisionado da Sociologia (Unilab), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e o Programa Residência Pedagógica da Sociologia (Unilab), a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc/CE), o Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará (PPGS-UECE), a Universidade de Lyon 2 (França) e o Centre Max Weber. O Seminário também recebeu o apoio do Crede Baturité e da A Pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex/Unilab).

Comentários encerrados.