Curso de Agronomia da Unilab participa do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia

Caravana da Unilab | Foto: Curso de Agronomia/Unilab

Desde 2003, o Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA) circula em várias regiões do país, reunindo instituições de ensino, pesquisa e extensão, além da sociedade civil organizada envolvida com as demandas da agricultura familiar e lógicas familiares de produção, de forma participativa e ativa.

Neste ano, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) sediou o evento, no Campus São Cristóvão, em Aracaju. De 4 a 7 de novembro, com o tema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”, a atividade promoveu uma defesa irrestrita à pesquisa e ao ensino público, gratuito, laico e de qualidade. A Ecologia de Saberes, destaque da edição, é uma abordagem teórica, metodológica e política que reconhece e coloca em diálogo os distintos saberes e conhecimentos construídos nas universidades, centros de pesquisas, institutos federais, escolas de campo e das cidades, bem como nas comunidades rurais e urbanas.

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), por meio do Projeto Fortalecimento do Ensino, Pesquisa e Extensão sobre a Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), vinculado à Pró-Reitoria de Relações Institucionais (Proinst), juntamente com o Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), participaram da XI edição do CBA. 28 estudantes do IDR e 6 professores estiveram presentes no evento, com apresentação e futura publicação de mais de 40 trabalhos científicos. Além dos estudantes da Unilab, marcaram presença na caravana outras instituições parceiras da universidade.

Foto: Curso de Agronomia/Unilab

“Foi muito gratificante representar e apresentar nossa universidade. Somos privilegiados de construir um projeto como a Unilab. Temos que valorizar e fazer o possível pra fazer com que ele cresça”, assegurou o estudante do 8º semestre de Agronomia Gabriel Jucá Pereira, que percebeu emoção no olhar dos participantes do núcleo do Levante Sergipe.

Satisfeita com o caminho percorrido e vislumbrando inúmeras possibilidades futuras, ao ver como é possível fazer agricultura e pecuária voltadas à sustentabilidade, a aluna do 10º semestre Valesca Almeida, destacou o sentimento ímpar em saber que a Unilab não está sozinha na forma de enxergar a agroecologia. E acrescentou: “Enquanto futura profissional, foi de extrema valia poder participar do CBA. Aprendi muito, principalmente nas rodas de conversas das quais participei. Poder ver a curiosidade das pessoas sobre a nossa universidade nova, inovadora e futurista. Poder perceber que, de fato, estamos no caminho certo. Foi totalmente gratificante apresentar, prestigiar colegas e crescer junto com a galera do evento. Em especial agradeço aos professores, especialmente à Profa. Jaqueline, e a toda a galera que bem representou e levou nossa marca”.

Foto: Curso de Agronomia/Unilab

O XI CBA coloca a Unilab no cenário nacional de construção do conhecimento agroecológico, reforçando a perspectiva assumida pelo Curso de Agronomia da Unilab, no que se refere à produção do conhecimento com base na agroecologia e na agricultura familiar dos territórios cearenses e dos demais países da CPLP.

“Inicialmente pensado como espaço de valorização da Agroecologia como ciência, o CBA vem amadurecendo como verdadeiro espaço de diálogo entre os conhecimentos científicos e práticos, construído por todos os parceiros da agricultura familiar e camponesa, no Brasil e no mundo. Em essência, o CBA é catalisador de processos participativos e de amplo diálogo entre sociedade civil organizada, academia e poder público, em torno deste tema altamente estratégico”, explica a organização.

Comentários encerrados.