2ª Semana de Sociologia na Unilab está com inscrições abertas para participação e monitoria

A segunda edição da Semana de Sociologia na Unilab, com a temática “Sociologia na escola: conhecimentos, tensões e mobilizações políticas”, acontecerá nos dias 16 e 17 de dezembro. As atividades serão realizadas nos turnos da tarde e noite, nos campi da Unilab no Ceará.

As inscrições estão abertas por meio do preenchimento do Formulário Eletrônico, disponível até o dia 13 de dezembro.

Já os candidatos interessados na Chamada Pública para Monitoria do evento, com oferta de 20 vagas, devem ler o documento e acessar o Formulário de Monitoria Voluntária, até a próxima segunda-feira (9).

O evento é organizado pelos alunos e professores do Curso de Licenciatura em Sociologia, vinculado ao Instituto de Humanidades (IH), e coordenador pelo Prof. Francisco Thiago Rocha Vasconcelos. Entre as atividades da programação, estão previstas a realização de mesas-redondas, oficinas, sessões de debates de grupos de pesquisa e extensão, rodas de conversa e apresentações artístico-culturais.

Confira a programação!

“O tema da Semana foi escolhido pela relevância da discussão pública atual sobre o lugar da Sociologia no Ensino Básico, diante de mudanças recentes promovidas pelo governo federal, por meio da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, explica a organização. A abordagem “também se justifica por expressar o momento interno do curso, que se volta à reflexão a respeito de suas políticas de formação, diante dos desafios no mercado de trabalho para o egresso. Em meio a este contexto, a Semana convida à reflexão para a construção de um posicionamento institucional e coletivo sobre a pertinência da Sociologia como prática profissional plural e instrumento de educação e de transformação social nas realidades brasileira e africanas”, completa.

Outras informações pelo e-mail sociologia@unilab.edu.br

Sobre o Curso

O Curso de Licenciatura em Sociologia da Unilab objetiva formar profissionais do magistério para a educação básica, para atuação no Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Profissionais que valorizem e defendam nos sistemas educacionais, e particularmente nas escolas, o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas; o respeito à liberdade e o apreço à tolerância; a valorização do profissional da educação; a gestão democrática do ensino público; a garantia de um padrão de qualidade; a valorização da experiência extraescolar; a vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais; o respeito e a valorização da diversidade étnico-racial.

Ao mesmo tempo, e considerando-se que o Licenciado em Sociologia já detém o grau de Bacharel em Humanidades, o curso também objetiva formar profissionais aptos a atuarem em espaços educacionais não escolares – tais como órgãos públicos, entidades populares, movimentos sociais, ONG’s, dentre outros –, considerando processos e dinâmicas de educação formal, informal e não formal.

Nesse sentido, o egresso atuará junto a equipes multi e interdisciplinares, articulando o ofício de sociólogo à educação, no âmbito de processos de mobilização social, formação, planejamento e gestão – inclusas dinâmicas de formulação e execução de ações coletivas, projetos, programas, políticas e sistemas no âmbito do Estado e da sociedade civil organizada.

Comentários encerrados.