Equipe do Prodeter dá encaminhamento à segunda fase do processo com a realização de treinamento sobre manipulação e plantio de mudas de banana

Terceiro treinamento em bananicultura para os agrônomos e técnicos agrícolas participantes do Prodeter, parceria entre a Unilab, BNB e outras instituições do Ceará

Nesta quarta-feira (11), a equipe organizadora do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), parceria entre a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), sob a coordenação da Superintendência Estadual do Ceará, além de outras instituições renomadas da Região do Maciço de Baturité/CE e do Estado do Ceará, realizaram o terceiro treinamento em bananicultura (mudas micropropagadas), para os agrônomos e técnicos agrícolas participantes do Prodeter, abrangendo a região do Maciço de Baturité e de Macaracaú, na Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape/CE.

Palestrantes da BioClone, agrônomos e técnicos agrícolas do Prodeter – Maciço de Baturité e Maracanaú/CE

Compareceram ao evento, o gerente comercial, Jean Calos Moura e o diretor executivo, Roberto Caracas Lima da BioClone – empresa convidada para capacitação, além de, cerca de, 20 participantes catalogado pelos técnicos do BNB no Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), a presença do professor do Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR/Unilab), Luis Gustavo Chaves da Silva e dos agentes de desenvolvimento do BNB, Almir Nery e Fabiano Mendonça.

A empresa convidada para ministrar a capacitação é premiada por suas inúmeras ações na área da agrícola, desenvolvendo sistemas de produção de mudas com tecnologia de ponta, no sistema de clonagem, a empresa BioClone, instalada no município do Euzébio/CE.

Entre as dúvidas e questionamentos levantados por alguns produtores cadastrados nesta edição do Prodeter (Bananicultura no Maciço de Baturité), a exposição de questões de possibilidades de enclaves nas produções levantadas pelo agricultor e participante do CGT da bananicultura do município de Redenção/CE, Raimundo Aécio.

O feedback dos produtores surgiu nos questionamentos e posteriores instruções apresentadas pelo palestrante de BioClone.

Fase de estruturação do Plano de Ação Territorial da Bananicultura

O Plano de Ação Territorial da Bananicultura – Território do Maciço de Baturité, vinculado ao Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter) e desenvolvido pelo BNB conta com inúmeros parceiros, entre eles, a Unilab, o IFCE, as Associações de Produtores, as Prefeituras da região contemplada, suas Secretarias de Agriculturas, Sindicatos Rurais e Patronais, além das Cooperativas, envolvendo cerca de 120 produtores.

De acordo com os agentes de desenvolvimento do BNB, Almir Nery e Fabiano Mendonça, após esta fase de capacitação entre os cadastrados desta edição do Prodeter do cultivo da bananicultura, segue-se, em janeiro de 2020, para a fase de visitas técnicas supervisionadas pelos engenheiros à propriedades dos produtores em destaque, para realizar levantamento do solo, totalização de área produtiva, necessidade de correção de ph do solo (medida de acidez e alcalinidade), entre outras análises, das localidades de Capristano, Pacoti, Baturité, Mulungú e Redenção, no Ceará.

Após este fase, o BNB, segundo Nery, apresenta sua carta de investimentos para cada produtor interessado em adquirir o serviço de financiamento monetário para alavancar o ciclo de produção e distribuição do produto escolhido.

Para Fabiano Mendonça, agente do BNB que atua na região de Maracanaú (Pacatuba, Itaitinga e Guaiuba), o Prodeter tem um ciclo de três anos de processo, vai além do desenvolvimento local, já que o banco não atua apenas com o crédito. “A proposta do BNB vem coordenar o processo, juntamente com as instituições municipais, especialmente as prefeituras e escolas agrotécnicas, Sebrae, universidades, entre outras. Neste processo, tem o viés do financiamento. Em destaque ao empoderamento dos comitês regionais e geral, instalados através de votação e escolhas de seus representantes, finalizando com a eleição da atividade a ser trabalhada, no caso desta, foi a Bananicultura”, esclarece Fabiano do BNB.

Outras Capacitações

A primeira capacitação ocorreu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), campus Baturité, com a temática sobre “Nutrição Mineral de Plantas”, por Silvio Sartori, Engenheiro Agrônomo na SQM VITAS Brasil junto à Empresa Terra Fértil , referência em excelência na distribuição de insumos agrícolas, filial de Maracanaú/CE, que apresentou o Programa Nutricional para Banana com ações de manejo nutricional das mudas, considerando cada periodicidade e fases de crescimentos, além de outas ações relevantes.

Capacitação realizada no Campus Baturité do IFCE sobre “Nutrição Mineral de Plantas”

Sobre “Sanidade Vegetal” foi a temática da segunda reunião realizada na Unilab, na Unidade Acadêmica dos Palmares, em Aracape/CE, pelo engenheiro agrônomo, doutor em Fitopatologia e professor do Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR/Unilab), Luís Gustavo da Silva, que trouxe ao conhecimento e, também, tirou as dúvidas e questionamentos os produtores de bananicultura da região, as questões sobre: Pragas quarentenárias; erradicação das pragas, necessidade de inspeção, quarentena pós-entrada, monitoramento do solo, área livre e sobre a elaboração de planos de contingência. Confira o arquivo em pdf.

Professor Luís Gustavo Chaves da Silva do IDR/Unilab, palestrante da segunda capacitação sobre “Sanidade Vegetal”, realizada na Unidade Acadêmica dos Palmares, em Redenção/CE

Matéria relacionada: Parceria entre a Unilab e BNB lança o Plano de Ação Territorial da Bananicultura

Comentários encerrados.