Unilab e UECE realizam, de 06 a 08 de abril, o VI Encontro Internacional sobre Educação Artística

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e a Universidade Estadual do Ceará (UECE) realizam nos dias 06, 07 e 08 de abril, o VI Encontro Internacional sobre Educação Artística. Este encontro, sob o título “Repensar as Experiências em Educação Artística Face aos Desafios da Decolonialidade”, vai propiciar uma discussão ampla das realidades da Educação Artística na América Latina, África e Europa, a partir do olhar dos pesquisadores participantes, abertos para o câmbio, aprendendo e partilhando suas experiências e abordagens sobre as práticas significativas e de interferência social do artístico nas escolas e sobre as ofensivas de desvalorização da educação artística no sistema de ensino. Tendo os desafios que o nosso tempo coloca ao ensino e aprendizagem do artístico, escolares e não escolares

O encontro visa também, através de diálogos interculturais sobre as diferentes perspectivas de interseção entre arte e educação, abrigar fazeres e reflexões, neste campo de conhecimento, em países partícipes da construção coletiva de ensino e aprendizagem de Arte através de práticas comunitárias, artísticas e educativas, olhando de seus territórios um estado comum de procura de caminhos possíveis para construção de sociedades mais criativas, colaborativas e felizes, que não prescindem da Arte para seus cidadãos e para as futuras gerações.

Segundo os organizadores, “É um espaço e um tempo de ouvir, sentir, cheirar, degustar, tatear e ver, com atenção às realidades existentes, de onde se podem extrair aprendizagens múltiplas.”

Clique aqui para ver a Programação Provisória

Sobre as inscrições

As inscrições para o evento prosseguem até o dia 06 de março. Aqueles que desejam apresentar proposta de Vivência e de Mostra tem até 5 de fevereiro. A organização explica que a inscrição no Encontro, pela sua natureza organizativa, só pode assumir a nomeação de PARTICIPANTE. No entanto, quem quiser, pode apresentar propostas em duas modalidades: Vivência: com duração de 3 horas, podendo ser alocada dia 7 (tarde) ou dia 8 (manhã), ou Mostra: de trabalhos artísticos/educativos musicais, cênicos e visuais, com duração de até 30 minutos cada.

As inscrições estarão limitadas a 150 pessoas, respeitando a ordem de inscrição e as regras de submissão : resumo com uma lauda, em fonte Times New Roma, 12, espaço simples, contendo objetivo, justificativa, metodologia, e conclusão. Referências a parte, seguindo-se as regras da ABNT. Cada participante pode inscrever 1 trabalho em coautoria com no máximo dois parceiros. Recursos disponíveis para apresentação: Data Show, caixa de som.

Valores: 250 Reais/50 Euros (Professores) 200 Reais/40 Euros (Estudantes)
– Comporta: acesso ao programado e aos materiais, Coquetéis de Abertura e Encerramento, certificado, viagem para Redenção (se no Grupo_1)
– Não comporta: hospedagem, alimentação e transportes.
BANCO DO BRASIL
Agência: 0008-6
Conta: 28.557-9
Instituto de Estudos, Pesquisas e Projetos da UECE – IEPRO

Enviar comprovante de pagamento para o e-mail do evento, indicando a opção em participar do grupo 1 (sairá no dia 7 pela manhã, com destino a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB/Redenção e retorno dia 8 no final da manhã) ou do grupo 2 (que ficará em Fortaleza, Universidade Estadual do Ceará – UECE)

Para mais informações clique aqui ou entre em contado por e-mail: 6ei_ea@uece.br

Um pouco de história dos Encontros Internacionais sobre Educação Artística

Em 2010 na MINDELO Escola Internacional de Arte (M_EIA), em Cabo Verde, em África, decorreu o I Encontro Internacional sobre Educação Artística (ei_ea). No próprio encontro se decidiu sobre o interesse com a organização de um segundo evento que agenciasse novos debates sobre as complexas questões da Educação Artística.

Respondendo a esse interesse, realizou-se na cidade do Porto, em Portugal, o 2ei_ea, em 2012. Perante o interesse gerado e a crescente necessidade de se criarem espaços de debate, em 2014, realizou-se no Cariri, Brasil-CE, o 3ei_ea, entendendo-se dever deste evento passar a decorrer de dois-em-dois anos. Assim, em 2016, de novo em Cabo Verde realizou-se o 4ei_ea.

Desde o primeiro ei_ea (2010) o desejo de poder contribuir para criação de espaços de discussão que clarificassem a especificidade dos saberes e da investigação em Educação Artística e de se esboçar uma configuração atualizada de sua identidade foram as motivações para realização dos encontros que se sucederam.

A organização explica ainda que “A adoção da designação de ‘Educação Artística’, assumida no título deste encontro, não pretendeu afastar outras designações, resultantes de percursos qualificados que em cada país ou contexto regional encontraram. O sentimento de que este é um campo feito da acumulação de saberes, vindos das teorias tecidas no interior da Educação Artística e das contribuições das Ciências da Educação e de um imaginário social sobre a Arte, suas práticas e atores, no atrevimento permanente de questionar e de se abrirem outras possibilidades de ação”.

Em 2018, a realização do 5ei_ea, deu-se em Tondela, pequena cidade do interior de Portugal onde há mais de quarenta anos um grupo de interventores culturais promove uma singular ação cultural, envolvente as dinâmicas de desenvolvimento local.

O Encontro (6ei_ea) se realizará na Unilba e UECE, no Ceará/Brasil, para o qual você está convidado.

Comentários encerrados.