Reitor Pro Tempore da Unilab, Alexandre Cunha, inaugura biblioteca padrão Capes no Campus das Auroras

Descerramento da placa de inauguração da Biblioteca Setorial do Campus das Auroras

Na tarde da última quarta-feira, dia 29/01, aconteceu a solenidade de inauguração da Biblioteca Setorial do Campus das Auroras, em Redenção/CE. O evento contou com as presenças do Reitor Pro Tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Alexandre Cunha, do Diretor do Sistema de Bibliotecas (Sibiuni), Gleydson Santos, e sua equipe, além de estudantes e servidores.

Em seu discurso, Alexandre Cunha lembrou que a Biblioteca das Auroras é padrão Capes e tem um acervo com cerca de 22 mil livros, o que corresponde a quase 40% do acervo total do Sistema de Biblioteca da Unilab, que é de aproximadamente 50 mil livros.

O Reitor Pro Tempore também chamou atenção para o uso inteligente dos espaços acadêmicos, dando como exemplo a alocação da biblioteca na parte térrea do Campus das Auroras. “Entendemos que não precisávamos mais construir prédios ou paredes, mas, sim, otimizar os espaços existentes. Hoje (dia 29), pela manhã, inauguramos os Blocos Administrativos I e II (no Campus da Liberdade), que, além de significar economia de recursos e aprimorar nossos processos de gestão, vão melhorar o ambiente para o servidor. Com essa Biblioteca, buscamos também essa requalificação. Este local (refere-se ao ambiente atual da biblioteca) era um espaço vazio, sem utilidade, que servia para estacionamento de motos e hoje abriga nossa biblioteca”.

Alexandre Cunha: “Em março iremos também inaugurar a nova biblioteca da Unidade Acadêmica dos Palmares”, (em Acarape/CE).

Alexandre Cunha: “Em março iremos também inaugurar a nova biblioteca da Unidade Acadêmica dos Palmares”, em Acarape/CE.

Ainda na esteira do tema da (re)qualificação dos espaços universitários, Alexandre Cunha garantiu que a Unilab já dispõe de recursos para realizar, ainda esse ano, a obra de urbanização do Campus das Auroras. E anunciou: “Em março, iremos também inaugurar a nova biblioteca da Unidade Acadêmica dos Palmares”, em Acarape/CE.

Por sua vez, Gleydson Santos exaltou a questão histórica e secular que está relacionada com a solenidade de inauguração. “Falar em Universidade, em tempos efémeros, é falar de uma instituição milenar, que continua exercendo seu papel de resistência. Assim também é a biblioteca, outra instituição milenar”. Em seguida, destacou: “E dentro das bibliotecas pulsa o coração da Unilab, que é tratado com todo o cuidado. O que nos dá a certeza de que hoje estamos melhor do ontem e, com o apoio da minha equipe e dessa gestão, estaremos, certamente, ainda melhor amanhã do que hoje”.

O fato da Biblioteca Setorial do Campus das Auroras ser considerada padrão Capes, implica que esta atende as exigências do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ou seja, dispõe de terminais de acesso à internet para pesquisa ao portal de periódicos da Capes e de outros sites científicos, salas de estudo individuais e salas de estudo em grupo. Estrutura essa que não estava contemplada na antiga biblioteca do Campus da Liberdade.

Além disso, a qualidade do ar dos ambientes das bibliotecas setoriais passaram a ser monitorados de modo permanente. Isto garante um ambiente salubre para cerca dos 50 mil exemplares, prolongando a vida útil do acervo bibliográfico e evitando o precoce amarelamento das folhas dos livros, a degradação de suas fibras celulósicas, além de evitar alguns sinistros provocados por micro-organismos.

Reitor Pro Tempore, Alexandre Cunha, ao lado da equipe do Sistema de Biblioteca da Unilab.

Alexandre Cunha ao lado da equipe do Sistema de Bibliotecas da Unilab.

Ainda segundo o diretor do Sibuini, a interface com as novas tecnologias também é algo que está sendo aprimorado. “Estamos trabalhando para dá mais visibilidade as nossas fontes de informações através das novas plataformas de comunicação e informação. E aguardando autorização (verba) da gestão da Universidade para compra de base de dados de livros (e-books) e periódicos (revistas eletrônicas/biblioteca virtual). Já a participação dos bibliotecários da Unilab nessas novas tecnologias da informação se notabilizam através da otimização de processos, gerando uma nova dinâmica na produção, organização e distribuição de produtos e serviços informacionais”.

Confira abaixo os principais serviços disponibilizados:

  • Empréstimo especial;
  • Empréstimo entre bibliotecas do Sibiuni;
  • Consulta ao acervo em geral in loco;
  • Consultas on-line ao acervo;
  • Orientações de pesquisa, consulta a bancos de dados e base de dados de pesquisa;
  • Catalogação na publicação – fichas catalográficas;
  • Reserva de material bibliográfico, passível do serviço de empréstimo domiciliar;
  • Renovação de material bibliográfico, desde que não haja reserva e deve ser realizada no dia do vencimento para não gerar multa;
  • Visita orientada;
  • Treinamento ao usuário;
  • Orientação sobre normalização de trabalhos acadêmicos, conforme ABNT e Vancouver;
  • Acesso ao Portal de Periódicos da Capes;
  • Acesso à rede mundial de computadores via wireless e computadores para usuários;
  • Orientações, aos usuários do Sibiuni, na elaboração de currículo lattes;
  • Gerenciamento de informações da produção técnico-científico de toda comunidade Acadêmica da Unilab do Sibiuni (repositório institucional).

Comentários encerrados.