Campus dos Malês reúne ações durante enfrentamento ao Covid-19

Semana Universitária 2018, Campus dos Malês | Foto: Assecom

Acolhimento, arte, cultura e informação têm permeado atividades promovidas por diferentes grupos da Unilab durante o enfrentamento à pandemia do coronavírus. Mesmo durante a suspensão das aulas e de atividades presenciais, a comunidade acadêmica tem se reunido de forma online e ajudado a construir iniciativas solidárias, de informação e troca de conhecimentos e experiências.

Com o objetivo de partilhar o que tem sido produzido e facilitar o acesso às ações desenvolvidas, o Campus dos Malês reuniu algumas atividades conduzidas por projetos de pesquisa e extensão, além de grupos voluntários com iniciativa dos próprios discentes. Confira algumas:

 

Ação: Pulsar nas Redes contra o Covid-19

O Programa Pulsar do curso de Ciências Sociais tem utilizado as redes sociais para divulgar notícias relacionadas a cuidados durante a pandemia do coronavírus. O Programa também tem partilhado oportunidades de cursos e eventos online, documentários, filmes e vídeos educativos para manter os estudantes informados e incentivar a participação em atividades que mantenham os alunos ativos.

Público-alvo: estudantes do primeiro e segundo semestres do Curso de Ciências Sociais da Unilab.

Meio de divulgação: WhatsApp e Facebook.

Participantes/organizadores: Zelinda dos Santos Barros (Tutora sênior) e Filipe Buba N’Hada (Tutor júnior).


 

Ação: Projeto de Extensão Brinquedoteca de Histórias: ludicidade, contação de histórias e vivências

O Projeto de Extensão, em atividade redimensionada para o contexto do distanciamento social, tem oportunizado às crianças vivências lúdicas que contemplem a fruição da literatura infantil e a contação de histórias, a partir de jogos, interações e possibilidades criativas de expressão, valorizando a cultura local e os saberes ancestrais. Também é um meio de possibilitar aos estudantes da Unilab a vivência dessas experiências em seu processo formativo.

Público-alvo: crianças de diversas faixas etárias.

Meio de divulgação: Soundcloud, Instagram e site da Unilab.

Participantes/organizadores: Profa. Ana Rita Barbosa, Gabriele Baptista – estudante de Pedagogia (bolsista) , Belisa Amaral – estudante de Letras (voluntária), Valdimiro Dias Esteves – estudante de Letras (voluntário), e outros eventuais colaboradores voluntários (alunos e ex-alunos da Unilab), participantes do Grupo de Pesquisa Gepilis/Unilab.


 

Ação: Observe Malês – Juntxs Somos Mais Fortes

A ação tem como objetivo divulgar iniciativas da comunidade da Unilab – Malês e produzir material para apoio ao enfrentamento, valorizando artistas e conhecimentos da nossa comunidade.

Meio de divulgação: Instagram.

Participantes/organizadores: Observatório da Vida Estudantil/Malês.


 

Ação: Grupo de estudos AnDanças: Programa de pesquisa e extensão em filosofia, arte e cultura

A iniciativa tem o objetivo de discutir textos afins ao grupo. Atualmente, tem sido realizada a leitura de “A cosmologia africana dos bantu-kongo por Bunseki Fu-Kiau: tradução negra, reflexões e diálogos a partir do Brasil”. Os encontros acontecem às sextas-feiras, das 16h às 18h.

Público-alvo: qualquer pessoa interessada na leitura e discussão dos textos.

Meio de divulgação: Site AnDanças.

Plataforma utilizada: Google Meets.

Participantes/organizadores: estudantes e docentes da Unilab e de instituições parceiras.


 

Ação: Sarau Literarte Virtual

A partir da partilha de vídeo-poemas, o Sarau tem o objetivo de promover interlocução cultural com a comunidade, além de levar instantes poéticos como forma de acolhimento e afetividade no enfrentamento ao distanciamento social. O sarau recebe contribuições de todas as pessoas que queiram participar, indistintamente.

Público-alvo: todos os públicos.

Meio de divulgação: Instagram e hashtag #sarauliterarteunilab

Participantes/organizadores: Grupo de Estudos em Literatura e Outras Linguagens (Literarte).


 

Ação: Facul das Crias – Formulário para responsáveis por crianças Malês

O Facul das Crias é um projeto de extensão e permanência, voltado à criação de um espaço de acolhimento para responsáveis por crianças e para crianças no Campus dos Malês. Durante a pandemia, o Projeto está realizando uma pesquisa com a intenção de mapear a situação de segurança alimentar e de saúde do seu público-alvo, durante o período de distanciamento, de forma a subsidiar informações que colaborem numa distribuição equitativa de doações.

Público-alvo: pessoas responsáveis por bebês e crianças da comunidade acadêmica Malês.

Meio de divulgação: grupos de WhatsApp, e-mail institucional das estudantes e matéria no portal da Unilab.

Plataforma utilizada: Google Formulários.

Participantes/organizadores: Layla Carvalho e Mighian Danae.


 

Ação: Observatório dos Direitos Humanos

Projeto de Extensão da Unilab, o Observatório dos Direitos Humanos é também um coletivo de professores do Campus dos Malês. Durante a pandemia, o projeto busca acolher integrantes da comunidade universitária em situação de maior vulnerabilidade.

A ação inclui coletar, sistematizar e produzir registros das violências e violações dos direitos humanos, vividas pelos estudantes durante a pandemia. Serão recebidos relatos sobre problemas e dificuldades acerca da alimentação, saúde, xenofobia, racismo, intolerância religiosa, sofrimento psíquico e outras formas de desamparo, que permanecerão em completo sigilo. Há também o objetivo de propor encaminhamentos possíveis aos casos apresentados, a partir do diálogo interinstitucional com outras instâncias e atores.

Os relatos podem ser enviados ao e-mail: obst.direitoshumanos.males@gmail.com

Público-alvo: estudantes e membros da comunidade.

Participantes/organizadores: Professores Daniel de Lucca Reis, Ana Rita Santos, Jucelia Bispo, Lia Dias, Márcio André de Oliveira, Sabrina Rodrigues e Erica Aparecida Kawakami. O projeto está aberto a outros docentes que queiram colaborar.


 

Ação: Distribuição de cestas camponesas de alimentos agroecológicos

No dia 16 de abril, 84 cestas camponesas de alimentos agroecológicos foram distribuídas a integrantes da comunidade acadêmica do Campus dos Malês da Unilab que se encontra em situação de vulnerabilidade. As cestas foram produzidos pelas camponesas e camponeses do Baixo Sul e Recôncavo da Bahia. A ação faz parte da campanha “Mutirão Contra Fome”, do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA).

A colheita, transporte e entrega dos produtos ocorreram com a máxima atenção às recomendações sanitárias. O Movimento montou cestas de produtos agroecológicos a baixo custo e a APUB fez a aquisição, possibilitando o transporte até São Francisco do Conde. Entre as pessoas que receberão a cesta estão estudantes dos cursos de graduação e do PEC-G, recém egressos, trabalhadoras terceirizadas do campus e estudantes e moradores do Quilombo Dom João. A organização para recebimento e distribuição foi toda dos estudantes. A articulação da doação partiu dos professores da Unilab, mobilizados na APUB.

Nova remessa de cestas está sendo preparada para ser entregue neste mês de maio.

Participantes/organizadores: MPA e Associação dos Professores Universitários da Bahia (APUB).

Comentários encerrados.