IEDS promove Congresso Acadêmico de Mobilidade Elétrica e Desenvolvimento Sustentável, dias 25 e 26

Durante a terceira edição da Semana de Engenharia de Energia (III Senge), do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), vai acontecer a primeira edição do Congresso Acadêmico de Mobilidade Elétrica e Desenvolvimento Sustentável, que ocorrerá nos dias 25 e 26, no Campus das Auroras, em Redenção/CE.

A programação está repleta de atividades, entre elas, a palestra “O mundo está mudando. E você está?” – a revolução digital e seus impactos, será proferida por especialistas da Enel Distribuição Ceará (Enel) e a palestra “Mobilidade Elétrica nos Países Lusófonos”, ministrada pelo grupo de pesquisa BATUMobile, coordenado pelo professor do Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), Sérgio Sevilha.

Confira a Programação da III SENGE!

No dia 26 (quarta-feira), ocorre a apresentação de trabalhos acadêmicos e mostra de Engenharia, com premiação para os melhores trabalhos apresentados.

O evento busca discutir a evolução da frota de veículos elétricos no Brasil e no mundo, as vantagens e o impacto desse avanço tecnológico no planeta e na sociedade, além de um debate sobre novas tecnologias.

Submissão de trabalhos

A submissão de trabalhos recebe, até 17h, desta sexta-feira (14), os trabalhos acadêmicos e científicos, para compor a bancada de congressistas.

Os trabalhos devem ser encaminhados para o email do projeto (batumobile@unilab.edu.br), no formato ABNT para artigos científicos, de 5 a 15 páginas.

Outras informações sobre os eventos encaminhar para (batumobile@unilab.edu.br).

Projeto de pesquisa do grupo BATUmobile

O grupo de pesquisa BATUmobile é composto por três professores tutores, 2 técnicos e 42 discentes do IEDS, de diferentes nacionalidades e cursos de graduação da universidade, e coordenado pelo professor do Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), Sérgio Sevilha. (O Calanguinho) é uma parceria da Unilab com a Enel Distribuição Ceará (Enel), contemplada em Edital da Secretaria de Desporto do Estado do Ceará.

O projeto foi subdividido em três equipes que desenvolveram a parte mecânica (13 integrantes), a elétrica (12 membros) e a de gerenciamento de projetos (GPM) com 13 estudantes. O calango foi escolhido como símbolo para os projetos por tratar-se de elemento representativo da fauna cearense, com características como resistência, persistência, sobrevivência com recursos escassos e velocidade.

Matérias relacionadas:

Unilab apresenta projetos de tecnologia e inovação no XXIII Sendi e na Feira do Conhecimento 2018;

Unilab e Enel efetivam Projeto de Eficiência e Minigeração Energética com inauguração da Árvore Solar Fotovoltaica, no Campus das Auroras.

Comentários encerrados.