Química – Licenciatura

O curso presencial de Química, grau Licenciatura, foi criado a partir da Resolução 02/Conselho Superior Pro Tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (CONSUP/UNILAB), de 18 de novembro de 2010, mediante processo 201103765, sendo posteriormente cadastrado no e-Mec com o número 1292766. Suas ações são voltadas para:

  1. Criação de um sistema de aproveitamento de estudos e validação das experiências dos estudantes, flexibilizando o currículo e permitindo a estes adaptar/reestruturar sua trajetória acadêmica ao longo do percurso, segundo seus interesses (autonomia de percurso);
  2. A criação de um sistema de mobilidade estudantil que permita a circulação de estudantes de outros cursos/programas (de instituições brasileiras e do exterior), mediante o aproveitamento da carga horária cumprida;
  3. A adoção de estruturas que permitam reduzir o tempo de integralização curricular e a consequente diminuição do período de duração dos cursos (dada a característica residencial da universidade);
  4. A inserção, nos currículos, de carga horária relativa à participação e realização de atividades científico-culturais;
  5. A orientação acadêmica (ensino, pesquisa e extensão, possibilitando a relação teoria-pratica) e tutoria em permanente diálogo com o estudante ao longo da formação;
  6. A criação de espaços diversificados de formação, gerando a possibilidade de desenvolver parcerias que promovam o aprendizado em ambientes externos à universidade.

O Curso de Licenciatura em Química tem como objetivo:

  1. Formar docentes críticos criativos e reflexivos para atuar nos ensinos Fundamental e Médio
  2. Motivar a iniciação à pesquisa e difusão do conhecimento, bem como a participação em programas e projetos de Extensão relacionados à área de Química;
  3. Contribuir para a formação de um profissional capaz de elaborar e desenvolver projetos de estudo e trabalho, empenhados em compartilhar a práxis e produzir coletivamente;
  4. Qualificar profissionais para contribuir em debates interdisciplinares e atuar para além do contexto escolar e em diferentes setores da sociedade;
  5. Formar um profissional do ensino, educador e pesquisador, empenhado em indagar e reconhecer o sentido e o significado do trabalho docente, com uma compreensão ampla do fenômeno e das práxis educativas;
  6. Contribuir para a formação de um profissional protagonista do próprio processo formativo e em permanente busca pela emancipação humana;
  7. Fomentar um ambiente de sala de aula democrático e pluralista, fundamentado na dialogicidade, respeito e confiança recíprocos, propiciando uma interação entre todos os agentes educacionais;
  8. Propiciar o conhecimento dos conteúdos gerais e específicos da Química e permitir a socialização dos saberes e práticas adequando-os às atividades escolares em diferentes níveis e modalidades da educação básica, construindo e integrando-se ao projeto político-pedagógico da escola em uma perspectiva inter/transdisciplinar;
  9. Assegurar o conhecimento e a aplicação do conjunto de competências de natureza humana, político-social e técnico-instrumental, privilegiando o saber em suas amplas dimensões.
  10. Formar sujeitos que sabem planejar, executar, dirigir, supervisionar e avaliar atividades relativas às práticas docentes, no contexto escolar, intervindo de forma dinâmica. (Texto retirado do Programa Político Pedagógico do Curso/PPC).

 

PPC DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

PROGRAMA GERAL DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

DISCIPLINAS QUE COMPÕEM A GRADE CURRICULAR

DOCENTES – CURSO DE QUÍMICA 

RECURSOS DISPONÍVEIS (ESTRUTURA FÍSICA | TRANSPORTE | MATERIAIS PARA AULAS)

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 

PERÍODO LETIVO 2016.1 – MATRICULADOS


Resoluções Consuni

– RESOLUÇÃO N° 017/2013, DE 04 DE OUTUBRO DE 2013.

Dispõe sobre a regulamentação das normas para realização de atividades de campo (visitas técnicas, viagem de campo, Aulas de Práticas Agrícolas, aulas em laboratórios de outras Instituições, entre outras) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB.

 – RESOLUÇÃO N°030/2013, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013.

Normatiza os procedimentos relativos à matrícula de estudantes dos cursos de graduação da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB)

 – RESOLUÇÃO N°027/2014, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2014.

Dispõe sobre normas gerais para regulamentar a Avaliação da Aprendizagem nos cursos de graduação presencial da UNILAB.

– RESOLUÇÃO N° 001-B, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2015.

Altera a Resolução nº 008/2014, de 23 de abril de 2014, que regulamentou o Programa de Assistência ao Estudante (PAES) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia AfroBrasileira (Unilab).


Coordenação do Curso 

Unidade Acadêmica dos Palmares, Bloco III, 1º andar, Sala 110.

Contato
Cleide Maria da Silva Leite – cleide@unilab.edu.br (Coordenadora de Curso)
Sara Suhett Camelo – sarasuhett@unilab.edu.br (Assistente administrativo)
Telefone: +55 (85) 3332.6294