O desafio de construir conhecimento no contexto da integração

LOGO_Unilab 5 anos_vertical

A Unilab conta hoje com 48 grupos de pesquisa cadastrados e certificados na base de dados do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). São 21 pertencentes ao Instituto de Humanidades e Letras (IHL); 7 do Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR); 7 do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS); 5 do Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (ICEN); 5 do Instituto de Ciências da Saúde (ICS) e 3 do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA).

Na chamada do Edital Universal CNPq/MCTI de 2014, seis projetos da Unilab foram aprovados, além de editais de outras agências de fomento. Desde 2011, a universidade concede cota de bolsas de Iniciação Cientifica e recebe cotas do CNPq e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) e, desde então, realiza encontros locais de iniciação científica.

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação realiza a gestão de 3 bolsas de pesquisa: o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica (Bict/Funcap) e o Ciência sem Fronteiras. Cada uma dessas iniciativas tem por objetivo comum fomentar o desenvolvimento do pensamento crítico e a produção científica de docentes e discentes no contexto da integração, com vistas ao fortalecimento do eixo pesquisa na instituição.

EXTENSÃO
Ações de extensão, arte e cultura buscam diálogo entre a Unilab e seu entorno

ENSINO
Unilab chega aos cinco anos com 2.625 estudantes na graduação e 873 na pós-graduação

INÍCIO
Criada em julho de 2010, Unilab completa cinco anos

.

 

Comentários encerrados.