Unilab aprova novos cursos de Pós-Graduação (stricto e lato sensu) para 2019-2020

Segundo o professor e Reitor da Unilab, Alexandre Cunha, foram aprovados pelo Conselho Universitário (Consuni/Unilab), para 2019/2020, novos cursos de Pós-Graduação (lato sensu), com co-participação dos institutos responsáveis e o Instituto de Educação a Distância (Iead). São eles: Literaturas Africanas de Língua Portuguesa (ILL/IEAD); Ciências 10 (Icen/IEAD); Gênero, Diversidade e Direitos Humanos e Metodologias Interdisciplinares para o ensino fundamental e médio (IHL/IEAD).

Outros três novos cursos de Pós-Graduação (stricto Sensu), já aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), terão seus editais de seleção divulgados em breve: Mestrado Profissional em Ensino e Formação Docente (Icen/Unilab/IFCE), Mestrado Acadêmico em Estudos da Linguagem (ILL) e Mestrado Acadêmico em Energia e Ambiente (IEDS).

A Unilab, com o apoio da Coordenação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Proppg), dispõe de cinco cursos de Mestrados (stricto sensu) em atividade, que já formaram 90 mestres. Temos em funcionamento sete cursos de Pós-Graduação (lato sensu), que já formaram 1643 especialistas. Além da proposta de mais dois novos cursos nesta modalidade.

Na área da pesquisas, a universidade dispõe de 112 grupos de pesquisas, 11 docentes-bolsistas de Produtividade em Pesquisa, Estímulo à Interiorização e à Inovação Tecnológica, junto à Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP) e 14 docentes-pesquisadores, dos quais, seis projetos foram contemplados pelos docentes na última Chamada Universal MCTIC/CNPq nº 28/2018, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), conforme dados do Relatório de Gestão 2018/Proppg.

Para a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (Proppg), Albanise Marinho, a aprovação dos cursos de Pós-Graduação “proporciona o fortalecimento e a consolidação da Unilab, como Universidade, considerante o decurso dos oito anos de sua criação”, declarou a professora.

Com oito anos de criação, a instituição possui atualmente 353 docentes efetivos, dos quais 336 são doutores, conforme a Superintendência de Gestão de Pessoas (SGP).

A Unilab teve, em 2014, a implantação de seu primeiro curso de Pós-Graduação (stricto sensu): Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts), vinculado ao Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS). Em 2019, foram aprovados outros três novos cursos. 

Os cursos destinados à formação de docentes vão “fortalecer a instituição como um todo, além da oportunidade de aperfeiçoamento dos estudos próximo de casa, da região do Maciço de Baturité/Ceará”, concluiu Albanise.

Novos cursos de Mestrado da Unilab

– Mestrado Profissional em Ensino e Formação Docente do ICEN/IFCE

Conforme o Programa Associado de Pós-Graduação em Ensino e Formação Docente (PPGEF/Unilab/IFCE), desenvolvido pelo Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen) em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), foi aprovado recentemente pelo Conselho Universitário (Consuni/Unilab), para oferta nos campi da Unilab no Ceará, do novo curso de Mestrado Profissional em Ensino e Formação Docente.

Conforme o Calendário da Pró-Reitoria de Pesquisa e Graduação (Proppg), o lançamento do edital de seleção está previsto para o dia 18 de abril, bem como todas as fases do processo seletivo. Serão ofertadas 20 vagas, com carga horária de 450 horas, distribuídas em 30 créditos e início previsto para agosto deste ano.

Na visão de formar profissionais qualificados para o exercício da docência da educação básica por meio da pesquisa aplicada, de modo a gerar conhecimento no campo do ensino em sintonia com o debate contemporâneo da formação docente, buscando coletivamente soluções possíveis à realidade social.

A equipe de coordenação do programa contou com coordenadores gerais (Sinara de Almeida e Elcimar Martins) e coordenadores locais (Emanoel Almeida e Andrea Souza).

Equipe de planejamento do Mestrado em Ensino e Formação Docente, composta por docentes da Unilab e do IFCE

– Mestrado Acadêmico em Estudos da Linguagem do ILL

Outra novidade e conquista do Instituto de Linguagens e Letras (ILL) foi a aprovação, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do curso de Mestrado Acadêmico em Estudos da Linguagem. Segundo o professor e coordenador da proposta do Mestrado, Fábio Torres, os trabalhos de elaboração do edital de seleção, junto à comissão responsável, foram iniciados.

O curso é voltado para os profissionais da área de Letras, da rede pública ou privada do Estado do Ceará. A primeira turma iniciará em agosto/2019, na oferta de 10 vagas em duas linhas de pesquisa: Linguagem: Diversidade e Políticas Linguísticas e Linguagem: Práticas Textuais-Discursivas.

– Mestrado em Energia e Ambiente (PGEA) do IEDS

O Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em Energia e Ambiente (PGEA), sob a coordenação dos professores do IEDS, José Cleiton Santos e Hermínio de Oliveira, está na fase inicial de elaboração do edital de seleção, com previsão de início das atividades no segundo semestre de 2019.

Serão duas linhas de pesquisas: Processos Sustentáveis, Inovação e Difusão Tecnológica e Sistemas Energéticos, Desenvolvimento rural e Recursos Hídricos. O curso tem carga horária de 450 horas, dividida em 30 créditos, na modalidade presencial.

O curso visa qualificar futuros profissionais e pesquisadores com competências e habilidades relativas à informação, compreensão, aplicação, análise e avaliação aplicada ao setor energético, aptos para sistematizar, inovar, propor políticas e otimizar os sistemas de transformação e uso final de energia no âmbito do desenvolvimento sustentável.

A equipe de docentes do IEDS mantém parcerias e projetos no campo da pesquisa em energia e ambiente com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, além de várias IFES do país e do exterior.

Para o diretor do IEDS, George Mamede, a conquista e aprovação de mais um curso de mestrado acadêmico no IEDS é fruto de muito trabalho e dedicação dos docentes (da comissão de concepção da proposta, da PROPPG, e da gestão superior), além dos parceiros e entidades envolvidas. “Agora é tempo de nos dedicar para colocar o curso em funcionamento. Estamos construindo uma agenda para garantir celeridade na implantação desta titulação e articulando as parcerias necessárias”, enfatizou George.

Seletivo 2019 – Masts/IEDS/Unilab

– Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts)

O Masts/IEDS está com inscrições abertas para o seletivo 2019 até o dia 25 de abril, conforme o Edital MASTS nº 01/2019Aditivo I, com oferta de 15 vagas.

Matéria relacionada: Docentes da Unilab são contemplados com projetos de pesquisa

Comentários encerrados.